Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da modulação da resposta imune humoral e celular induzida pelos vírus Mayaro e Chikungunya em camundongos coinfectados

Processo: 22/15124-6
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2022
Vigência (Término): 30 de setembro de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Pesquisador responsável:Carla Claser
Beneficiário:Raquel de Oliveira Souza
Instituição Sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/24470-0 - Estudo das alterações imunopatológicas induzidas durante a coinfecção com Alphavirus e Malária em modelo murino, AP.JP
Assunto(s):Anticorpos   Febre de Chikungunya   Coinfecção   Resposta celular   Resposta humoral
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Anticorpos | Chikungunya | Coinfecção | Mayaro | Resposta Celular | resposta humoral | Virologia e imunologia

Resumo

O aumento recente dos surtos epidêmicos de arboviroses no Brasil, como no caso o vírus da Zika, Dengue, Febre amarela e Chikungunya (CHIKV), têm causado sérios problemas de saúde pública. Esse aumento faz com que outros arbovírus circulantes menos conhecidos, com o Mayro (MAYV), seja negligenciado. A presença desses diferentes arbovírus em áreas onde o MAYV cocircula, aumenta o risco de coinfecção durante os períodos de surtos. Apesar de haver relatos de coinfecção MAYV com outros arbovírus, há poucos estudos reportando a coinfecção MAYV e CHIKV. Tanto o CHIKV como o MAYV, pertencem ao gênero Alphavirus, e devido à proximidade antigênica, os sintomas clínicos são similares, interferindo no diagnóstico sorológico. Estudos recentes mostraram que a infecção com alphavírus desencadeia em indivíduos expostos, uma potente resposta humoral capaz de conferir proteção contra uma reinfecção. Utilizando modelo murino, foi demonstrado que camundongos expostos previamente ao CHIKV apresentam uma proteção parcial cruzada, mediada pela resposta imune inata, à infecção pelo MAYV. No entanto, ainda há lacunas no que diz respeito ao entendimento da resposta por anticorpos bem como o papel das células B na imunidade contra esses alphavirus. Sendo assim, esse projeto tem como objetivo estudar de que forma a resposta imune humoral e celular, com foco nas células B, é modulada na pata de camundongos coinfectados com MAYV e CHIKV. Camundongos C57BL/6 adultos imunologicamente competentes, serão coinfectados na pata seguindo diferentes modelos de coinfecção. O entendimento da resposta imune humoral mediada por anticorpos é crucial para o desenvolvimento de vacinas, pois representa uma grande vantagem no controle da infecção por alphavirus.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)