Busca avançada
Ano de início
Entree

O papel da septina 9 na regulação da permeabilidade vascular na síndrome do desconforto respiratório agudo associado à malaria

Processo: 22/08582-8
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2022
Vigência (Término): 30 de setembro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia
Pesquisador responsável:Sabrina Epiphanio
Beneficiário:Stefani Aparecida Minchio Rodrigues
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Malária
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:acute respiratory distress syndrome (ARDS) | Malária | Malária pulmonar | Septin 9 | Septina 9 | Sept9 | Sept9 | Malária

Resumo

A malária é um enorme problema para a saúde pública mundial e causou 409.000 mortes em 2019. Sua forma grave pode se manifestar nos pulmões, uma doença conhecida como síndrome da angústia respiratória aguda (SDRA). Não se sabe muito sobre o desenvolvimento de SDRA associada à malária (MA-ARDS), especialmente referente aos mecanismos de aumento da permeabilidade vascular. Anteriormente, estabelecemos um modelo murino com camundongos DBA/2 infectados com Plasmodium berghei ANKA que mimetiza vários aspectos da SDRA humana, como edema pulmonar, hemorragias, derrame pleural e hipoxemia. Nossos resultados ante-riores in vitro apontaram para um aumento da permeabilidade vascular, quando eri-trócitos infectados entram em contato com células endoteliais via ativação de RhoA e alteração da FAK. Recentemente, utilizando uma estratégia proteômica de descoberta observamos a superexpressao de 32 proteínas no tecido pulmomar de camundongos DBA/2 infectados com P. berghei ANKA que desenvolveram SDRA, e entre elas, a Sep-tina 9. Como esta proteína promove rearranjos do citoesqueleto e turnover de adesões focais ao direcionar a sinalização Rho/ROCK e FAK, hipotetizamos que a Septina 9 pos-sa ser uma molécula chave para o aumento da permeabilidade vascular na SRDA as-sociado à malária. Portanto, caso esta hipótese se confirme, a intervenção nesta via de sinalização poderia ajudar os pacientes a não desenvolver malária grave.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)