Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da associação de um protocolo de exercício aeróbio com fotobiomodulação sistêmica (ILIB) no nível de dor, fadiga e qualidade de vida em mulheres com fibromialgia: um ensaio clínico randomizado cego

Processo: 22/08624-2
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2022
Vigência (Término): 30 de novembro de 2024
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Ana Claudia Muniz Renno
Beneficiário:Cristiano Carvalho
Instituição Sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças reumáticas   Dor   Treinamento aeróbio   Fibromialgia   Terapia a laser de baixa intensidade   Qualidade de vida   Fisioterapia
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Doenças reumáticas | Dor | exercício aeróbio | Fibromialgia | Fotobiomodulação | Qualidade De Vida | Fisioterapia

Resumo

A fibromialgia (FM) é uma doença crônica, caracterizada pela dor muscular generalizada, sendo mais prevalente em mulheres. Estudos prévios mostraram que exercícios físicos aeróbicos são efetivos para a melhora da dor, fadiga percebida, desempenho funcional e da qualidade de vida desta população; alguns estudos demonstram que a fotobiomodulação (FBM) também é efetiva neste sentido. Uma das formas de aplicação da FBM é a irradiação intravascular do sangue com laser (ILIB do inglês intravascular laser irradiation of blood). A ILIB age sistematicamente, culminando em efeitos positivos no processo de reparo tecidual, na modulação do processo inflamatório e na diminuição do quadro álgico. Assim, pacientes com FM poderiam se beneficiar desta técnica. Dessa forma, o objetivo deste estudo será verificar o efeito da associação de um programa de exercício aeróbio com a FBM pela técnica ILIB na dor, fadiga, capacidade funcional e na qualidade de vida mulheres com FM. Para isso, quarenta mulheres serão randomizadas e divididas em quatro grupos: grupo exercício e ILIB ativa, grupo exercício e ILIB placebo, ILIB ativa ou ILIB placebo. Antes da primeira sessão, após a última sessão de tratamento, e um follow-up de 16, 26 e 52 semanas após a primeira avaliação, será avaliada a dor por meio da escala numérica de dor e o limiar de dor à pressão por meio de um algômetro; o impacto da FM, a qualidade de vida e o nível de fadiga percebida por meio de questionários; a fadiga de desempenho por meio de um dinamômetro isocinético; e a capacidade funcional por meio de testes baseados em desempenho. As intervenções com exercício aeróbio serão realizadas em bicicleta estacionária com progressão de carga, durante 12 semanas, numa frequência de duas vezes por semana. Será adotado um nível de significância de 5%.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)