Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização das propriedades ópticas e termoluminescentes de amazonitas.

Processo: 22/07200-4
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2022
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Minas - Pesquisa Mineral
Pesquisador responsável:Neilo Marcos Trindade
Beneficiário:Roberto Turibio Ebina Kawanaka Martins
Instituição Sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/05982-0 - P&D&I em metrologia das radiações na área da saúde, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):24/00890-0 - Luminescência ópticamente estimulada resolvida no tempo da amazonita brasileira, BE.EP.IC
Assunto(s):Dosimetria   Minerais   Termoluminescência   Amazonita
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:amazonita | Dosimetria | mineral | Termoluminescência | Luminescência de Minerais

Resumo

A maioria dos minerais (silicatos, carbonatos, fosfatos, etc.) exibem a propriedade de emissão luminescente. Esta característica abre possibilidades para estudos de materiais com potencial aplicação em dosimetria luminescente das radiações ionizantes; especificamente em áreas de dosimetria retrospectiva, de acidentes e datação. Dentro desse contexto, a pesquisa de materiais naturais se torna um tópico de interesse social e econômico, pois, além da aplicação na área da dosimetria, pode ser uma alternativa de menor custo quando comparado com detectores produzidos sinteticamente. Em vista disso, esse projeto visa caracterizar as propriedades luminescentes do mineral amazonita (KAlSi3O8) - uma variedade microlina do feldspato - a partir das técnicas de termoluminescência (TL) e de absorção óptica na região UV-Vis (AO). Da curva de emissão TL é possível obter parâmetros cinéticos importantes para prospecção do material em dosimetria e a partir das análises de AO pode-se estudar os centros absorvedores do mineral. Ademais, caracterizações químicas e estruturais, como Microscopia Eletrônica de Varredura com Espectroscopia de Energia Dispersiva (MEV/EDS) e Difração de Raios X (DRX) serão aplicadas para complementar o estudo. Espera-se identificar os defeitos que promovem a luminescencia da amazonita e verificar seu potencial para estudo em dosimetria retrospectiva e/ou ambiental.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARTINS, R. T. E. K.; FERREIRA, I. A.; SILVA, A. O.; NUNES, M. C. S.; ULSEN, C.; KUNZEL, R.; SOUZA, M. M.; CHITHAMBO, M. L.; YOSHIMURA, E. M.; TRINDADE, N. M.. Thermoluminescence of rose quartz from Minas Gerais, Brazil. Radiation Physics and Chemistry, v. 209, p. 11-pg., . (21/05042-0, 18/05982-0, 21/10117-9, 22/07200-4, 21/12758-1, 20/15626-6, 19/05915-3)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.