Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos Ecotoxicológicos de Nanopartículas de ZnWO4 e CuWO4 Sobre Uma Cadeia Alimentar Dulcícola: Aferindo Possíveis Impactos Ambientais de Contaminantes Emergentes

Processo: 21/13583-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2022
Vigência (Término): 30 de setembro de 2025
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Elson Longo da Silva
Beneficiário:Renan Castelhano Gebara
Instituição Sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07296-2 - CDMF - Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais, AP.CEPID
Assunto(s):Microalgas   Nanopartículas   Nanotoxicologia
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:cladócero | Ecotoxicologia Aquática | Microalga | nanopartícula | nanotoxicologia | Ecotoxicologia Aquática

Resumo

O desenvolvimento e a produção dos nanomateriais (NMs) (< 100nm) estão em ritmo acelerado e crescente em escala global. Entretanto, estudos ambientais no ramo da Nanotoxicologia não têm acompanhado a velocidade de produção desses NMs, de modo que, muitas vezes, os efeitos tóxicos dessas substâncias no meio ambiente, em especial para a biota aquática, são desconhecidos sendo a legislação ambiental acerca desses NMs escassa. Os NMs de tungstatos de cobre (CuWO4) e de zinco (ZnWO4) possuem potencial para serem utilizados em diversas áreas como saúde, remediação ambiental, alimentícia, cosmética, de eletrônicos, dentre outras. Dentre as aplicações na área da saúde e meio ambiente, esses NMs têm potencial como bactericida e agente descontaminante de águas poluídas, de forma que esses NMs podem acabar atingindo os ecossistemas aquáticos. Diante disso, o objetivo desta pesquisa é avaliar, pela primeira vez, o potencial tóxico de NMs de CuWO4 e ZnWO4 para uma cadeia alimentar planctônica de herbivoria composta pela microalga Raphidocelis subcapitata e pelo cladócero Ceriodaphnia silvestrii, ambas espécies-modelo amplamente utilizadas em testes ecotoxicológicos. Para R. subcapitata, serão analisados parâmetros de crescimento (densidade celular), morfológicos (tamanho e complexidade celular), fotossintéticos (eficiência fotossintética), bioquímica (classes lipídicas, carboidratos e clorofila a), produção de espécies reativas de oxigênio (EROs) e bioacumulação. Para C. silvestrii, serão analisados: imobilidade (em concentrações letais), parâmetros bionômicos (reprodução, sobrevivência, tempo de reprodução), parâmetros fisiológicos (taxas de ingestão, filtração e respiração) e estresse oxidativo (produção de EROs e enzimas antioxidantes). Os cladóceros serão expostos aos NMs via água e via alimentar. Espera-se que os resultados obtidos através de respostas de organismos pertencentes a dois níveis tróficos subsidiem agências ambientais, de âmbitos nacional e internacional, na tomada de decisões para elaboração de normativas ambientais acerca da presença de NMs nos ecossistemas aquáticos.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GEBARA, RENAN CASTELHANO; ALHO, LAYS DE OLIVEIRA GONDALVES; MANSANO, ADRISLAINE DA SILVA; ROCHA, GISELI SWERTS; MELAO, MARIA DA GRADA GAMA. Single and combined effects of Zn and Al on photosystem II of the green microalgae Raphidocelis subcapitata assessed by pulse-amplitude modulated (PAM) fluorometry. AQUATIC TOXICOLOGY, v. 254, p. 10-pg., . (21/13583-0, 16/00753-7, 13/07296-2, 14/14139-3)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.