Busca avançada
Ano de início
Entree

Proteocefalídeos (Eucestoda: Onchoproteocephalidea) parasitos de peixes do Alto Paraná: diversidade, relações filogenéticas e associações parasito-hospedeiro

Processo: 21/12593-2
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2022
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Recursos Pesqueiros de Águas Interiores
Pesquisador responsável:Reinaldo José da Silva
Beneficiário:Philippe Vieira Alves
Instituição Sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):23/00714-5 - Organização do mitogenoma e diversidade de cestoides proteocefalídeos (Cestoda) revelados por genome skimming, BE.EP.PD
Assunto(s):Parasitologia   Peixes   Siluriformes   Cestoda   Biodiversidade   Interações hospedeiro-parasita   Sequenciamento de nucleotídeos em larga escala   Sequenciamento Sanger   Marcador molecular   Bacia do Alto Paraná
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Biodiversidade | Cestóides | Parasitologia | Peixes | Proteocephalidae | Taxonomia integrativa | Parasitologia de peixes

Resumo

A América do Sul possui a maior diversidade de peixes em ambientes dulcícolas do mundo. Peixes da ordem Siluriformes e ciclídeos do gênero Cichla (Cichlidae), além de apresentarem alto valor econômico e recreativo, compõem uma importante fração destes ecossistemas, desempenhando um papel ecológico fundamental para manutenção da diversidade biológica local. De forma similar, os cestoides proteocefalídeos (Onchoproteocephalidea) podem servir como importantes modelos para estudos sobre a conservação da biodiversidade, devido a sua estreita associação com estes peixes e a alta riqueza de espécies. Todavia, apenas uma pequena parcela destes parasitos é conhecida pela ciência, geralmente descritos com base numa caracterização morfológica incompleta e/ou imprecisa. Além disso, a história evolutiva do grupo na região Neotropical é incerta, haja vista a grande politomia formada pelos táxons em análises filogenéticas recentes. Tais lacunas dificultam o estabelecimento de hipóteses robustas e inequívocas quanto a validade das linhagens independentes/espécies, grupos monofiléticos e, consequentemente, de todo o conhecimento sobre a biodiversidade destes organismos. Desta forma, este projeto de pesquisa tem como objetivo estudar a diversidade de cestoides proteocefalídeos parasitos de peixes Siluriformes e Cichla spp. em tributários do Alto Paraná no Estado de São Paulo, através da integração de estratégias de sequenciamento high-throughput (mitogenômica), sequenciamento de Sanger para marcadores moleculares estabelecidos, i.e., subunidade maior do DNA ribossomal (28S rDNA, domínios D1-D3) e o citocromo oxidase I (COI), e dados morfológicos (morfologia geral, histologia, e ultraestrutura), a fim de se melhorar a compreensão quanto à diversidade, relações filogenéticas e associações parasito-hospedeiro. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VALADAO, MARISA C.; ALVES, PHILIPPE V.; LOPEZ-HERNANDEZ, DANIMAR; ASSIS, JORDANA C. A.; COELHO, PAULO R. S.; GEIGER, STEFAN M.; PINTO, HUDSON A.. A new cryptic species of Echinostoma (Trematoda: Echinostomatidae) closely related to Echinostoma paraensei found in Brazil. Parasitology, v. 150, n. 4, p. 11-pg., . (21/12593-2)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.