Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização petrográfica, composicional e estrutural de minerais máficos associados a intrusões de kimberlitos e kamafugitos cretácicos da Província Alcalina do Alto Paranaíba

Processo: 22/10522-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2022
Vigência (Término): 30 de setembro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Excelso Ruberti
Beneficiário:Julia Cristina Bandeira Lino de Souza
Instituição Sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/22084-8 - A Província Magmática Paraná: petrogênese, cronologia e impacto ambiental do magmatismo toleítico, alcalino e silícico Cretáceo na Plataforma Brasileira, AP.TEM
Assunto(s):Petrografia   Química mineral   Espectrometria de massas
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Alto Paranaíba | Kamafugitos | kimberlitos | máficos | petrografia | Província Alcalina | Petrologia de rochas ígneas

Resumo

A evolução progressiva do conhecimento petrológico e os avanços metodológicos da última década contribuíram significativamente para o estudo da petrologia ígnea nas escalas microscópicas e submicroscópicas, permitindo a identificação de processos e mecanismos. Nesse sentido, as observações petrográficas detalhadas e as interpretações texturais e composicionais têm se mostrado fundamentais para a resolução de problemas petrológicos relacionados à evolução dos magmas e seus complexos sistemas de colocação. Para rochas kimberlíticas e kamafugiticas, vários trabalhos recentes questionaram os critérios iniciais para classificação genética entre fases cognatas e xenocristais. As investigações geológicas, mineralógicas e petrológicas de kimberlitos e kamafugitos possibilitam o conhecimento dos mecanismos geradores dessas associações e da sequência evolutiva dessas rochas, das condições físico-químicas no momento de sua formação, do arcabouço genético e geotectônico na região contexto, bem como a profundidade e os processos de geração de magma, e a natureza da região de origem do manto. Além disso, seu estudo traz informações importantes que subsidiam pesquisas sobre a evolução do manto litosférico e tectônico dos segmentos cratônicos. O objetivo principal deste projeto é contribuir para o aprimoramento e maior qualificação dos alunos de graduação pelo estudo mineralógico de minerais máficos na principal montagem relacionada a corpos ígneos de tendência alcalina, principalmente xenocristais do manto, tendo como principais alvos as ocorrências de kimberlito e kamafugito da Província Alcalina Alto Paranaíba. Petrografia e química mineral usando microssonda eletrônica (dispersão de comprimentos de onda) e espectrometria de massa com sistema laser ablation acoplado serão empregados para a obtenção de composições de elementos maiores, menores e traços nos cristais selecionados. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)