Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicações do nano CT-scan para a interpretação e documentação da anatomia esqueleto-muscular de abelhas

Processo: 22/11349-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2022
Vigência (Término): 30 de novembro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Eduardo Andrade Botelho de Almeida
Beneficiário:Odair Milioni de Meira
Supervisor: Hans Pohl
Instituição Sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa: Friedrich Schiller University Jena, Alemanha  
Vinculado à bolsa:21/07258-0 - Anatomia da musculatura torácica de abelhas (Hymenoptera: Apoidea: Anthophila): abordagens comparativas com técnicas clássicas e contemporâneas, BP.DR
Assunto(s):Biologia comparada   Morfologia animal   Insetos   Exoesqueleto   Apidae   Apoidea   Hymenoptera
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Apidae | Apoidea | Comparative Biology | exoskeleton | Hymenoptera | morphology | Morfologia de insetos

Resumo

Há mais de 20.000 espécies conhecidas de abelhas, caracterizadas por grande disparidade morfológica (por exemplo, comprimento do corpo varia de 2 a 40 mm) e há grandes variações comportamentais neste grupo de insetos, relacionadas à coleta de alimento, parasitismo de ninho e diversas formas de organização social. Ao longo da história evolutiva da diversificação das abelhas, mudanças fenotípicas significativas ocorreram em diversas características anatômicas, principalmente aquelas relacionadas à musculatura e morfologia esquelética. Há aproximadamente 200 grupos musculares em abelhas, resultando em um sistema complexo, considerando a singularidade de alguns músculos e os desafios de interpretar seus pontos de conexão (i.e., associações esqueletomusculares). A maior parte do conhecimento sobre a musculatura das abelhas foi gerada há mais de 50 anos, antes que técnicas modernas de documentação computadorizada de imagem abrissem caminhos promissores para pesquisa anatômica. Este projeto propõe-se a investigar comparativamente a musculatura e estruturas esqueléticas associadas de duas espécies de abelhas pertencentes aos gêneros Thyreus (Apidae: Melectini) e Augochlora (Halictidae: Augochlorini). Esse objetivo será alcançado por meio da aplicação da nanotomografia computadorizada, uma das técnicas mais modernas disponíveis para pesquisa anatômica. Esta abordagem permitirá uma melhor compreensão da morfologia da anatomia esqueletomuscular, que ainda é quase inexplorada para as abelhas por esta perspectiva, buscando a construção de um conhecimento sólido das partes que compõem o sistema e suas conexões. O nível de detalhamento e qualidade da documentação pretendida nesta pesquisa será inédito, e o refinamento esperado será fundamental para fomentar o progresso nos estudos filogenéticos e permitir a interpretação adaptativa e morfofuncional da variação morfológica. Um dos principais interesses de reconstruir a história das espécies é fornecer uma base teórica para pesquisas futuras, particularmente na evolução de atributos morfológicos e de história natural das abelhas. O estágio no exterior será realizado sob a supervisão do Dr. Hans Pohl, da Friedrich Schiller University Jena (Alemanha), que lidera um grupo de pesquisa responsável por alguns dos principais exemplos de investigação morfológica de diferentes taxons de insetos nos últimos anos. Esta pesquisa está totalmente integrada à pesquisa de doutorado do candidato e permitirá maior precisão na identificação de grupos musculares e sua documentação em alta resolução, além do estabelecimento de uma colaboração internacional com um grupo de destaque para pesquisas na área de interesse. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)