Busca avançada
Ano de início
Entree

Contribuição da IL-1 na ativação e função de células ILC3 na mucosa intestinal durante a síndrome metabólica induzida por obesidade

Processo: 22/06787-1
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2022
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Daniela Carlos Sartori
Beneficiário:Melissa Santana Gonsalez Machado
Instituição Sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Imunidade inata   Obesidade   Síndrome metabólica
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:high fat diet | Ilc3 | Il-1 | imunidade inata | obesidade | Síndrome Metabólica | Imunidade Inata

Resumo

A mudança nos padrões alimentares da população geral tem como característica o maior consumo de alimentos industrializados em detrimento de alimentos naturais e fibras alimentares, levando ao aumento do índice de gordura corporal, que configura um fator de risco para diversas doenças crônicas, como obesidade, síndrome metabólica (SM) e diabetes mellitus tipo 2. O excesso de peso leva a um aumento de tecido adiposo visceral e recrutamento de células do sistema imune com perfil pró-inflamatório, levando à resistência à insulina e SM. Neste contexto, foi descoberto que a microbiota intestinal sofre alterações na sua composição(disbiose), levando a um aumento plasmático de padrões moleculares associados a microrganismos (MAMPs), como o lipopolissacarídeo (LPS). Este processo, chamado de endotoxemia metabólica, ocorre como consequência a alterações na integridade da barreira intestinal, devido à redução de proteínas de junção. As células linfóides inatas do tipo 3 (ILC3) apresentam um papel fundamental na manutenção do epitélio intestinal, pois são importantes produtoras de IL-22 e IL-17, que promovem proteção contra infecções bacterianas, expressão de proteínas de junção, mucinas e peptídeos antimicrobianos. A produção destas citocinas por ILC3 é estimulada pela IL-1², via IL-1R, e IL-23. Neste contexto, nosso grupo constatou uma correlação entre menor expressão das citocinas IL-17 e IL-22 no intestino (íleo) com elevada permeabilidade intestinal durante a progressão da SM. Adicionalmente, nosso grupo verificou que camundongos deficientes de IL-1R desenvolveram obesidade mais severa e agravamento da SM e reduzida expressão de IL-17 e IL-22 no íleo, inferindo o papel deste receptor IL-R1 na diferenciação/ativação das ILC3 intestinais e redução do quadro de SM induzida por obesidade. Portanto, neste trabalho, investigaremos o papel das citocinas IL-1± ou ², via receptor IL-1R1, na indução e função de células ILC3 na homeostase intestinal, bem como a melhora de alterações metabólicas e inflamatórias associadas à obesidade e SM.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)