Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da pandemia COVID-19 em pacientes submetidos a prostatectomia radical

Processo: 22/01458-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2022
Vigência (Término): 31 de julho de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Ariê Carneiro
Beneficiário:Murilo Borges Bezerra
Instituição Sede: Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein (IIEPAE). Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein (SBIBAE). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Urologia   Neoplasias da próstata   COVID-19   Prostatectomia   Estudos retrospectivos   Estudo observacional
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Câncer de Próstata | Covid-19 | Prostatectomia Radical | Urologia

Resumo

A pandemia causada pelo vírus SARS-CoV-2 é a mais recente e maior pandemia que vivenciamos nas últimas décadas. Assim, o sistema de saúde atravessa profundas modificações relacionadas com o emprego de recursos e distribuição de insumos em saúde. Eleger um paciente para um procedimento cirúrgico urológico, como a prostatectomia radical, dentro do contexto da pandemia, envolve grande responsabilidade, visto que aumenta o risco de contágio do paciente, profissionais de saúde e outros enfermos do hospital. Assim como em diversos centros de Urologia brasileiros e de outros países, nosso serviço de Urologia necessitou ponderar a modalidade e o momento para o tratamento de cada paciente, conforme o estadiamento da neoplasia prostática e disponibilidade do serviço durante os diferentes momentos da pandemia. Objetivo: avaliar o possível efeito prejudicial da pandemia de COVID-19 nos resultados oncológicos de pacientes com câncer de próstata submetidos a prostatectomia radical em relação ao estadiamento clínico, presença de resultados patológicos adversos e complicações perioperatórias em um período pré pandemia de COVID-19 (Novembro de 2018 a Fevereiro de 2020) e durante a pandemia de COVID-19 (Março de 2020 a junho de 2021) em um serviço de Urologia na cidade de São Paulo, Brasil. Métodos: estudo retrospectivo, observacional, não randomizado por meio de revisão de casos. O Hospital Municipal Dr. Gilson de Cássia Marques de Carvalho - Vila Santa Catarina será o centro de coleta de dados do estudo. A revisão dos casos será realizada por cirurgiões ou membros da equipe de atendimento que têm acesso às anotações do caso como parte de sua atuação clínica. Dados anônimos (não identificáveis) sobre os pacientes, características da neoplasia prostática, da cirurgia e do pós-operatório serão coletados para posterior análise estatística.(AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GUILHERME MIRANDA ANDRADE; LUCAS SESCONETTO; RAFAEL BENJAMIM ROSA DA SILVA; GABRIELA GUIMARÃES RODRIGUES DOS SANTOS; PAULO PRIANTE KAYANO; WILLY BACCAGLINI; MURILO BORGES BEZERRA; BIANCA BIANCO; GUSTAVO CASERTA LEMOS; ARIE CARNEIRO. Impact of COVID-19 pandemic on prostate cancer outcomes at an uro-oncology referral center. INTERNATIONAL BRAZ J UROL, v. 49, n. 2, p. 233-242, . (22/01458-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.