Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto de antibióticos, HPAs e metais na comunidade microbiana do sedimento do Estuário de Santos - São Vicente

Processo: 22/07945-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de julho de 2022
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Pesquisador responsável:Gustavo Bueno Gregoracci
Beneficiário:Ana Carolina Louzã Siqueira
Instituição Sede: Instituto do Mar (IMar). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:20/15259-3 - Impacto de antibióticos, HPAs e metais na comunidade microbiana do sedimento do Estuário de Santos-São Vicente, AP.BTA.R
Assunto(s):Microbiologia ambiental   Microbiologia marinha   Metagenômica   Impactos ambientais   Ecologia microbiana   Estuários   Antibióticos   Hidrocarbonetos policíclicos aromáticos   Metais
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:antibiotic | MAGs | metagenomics | Microbiologia Ambiental Marinha

Resumo

Antibióticos representam um dos grandes avanços da ciência no controle de doenças bacterianas, particularmente para a medicina e saúde pública. No entanto, suas aplicações transcenderam a área médica, sendo empregados como agentes preventivos e promotores decrescimento na produção animal e agrícola. Seu uso crescente implica em descarte no ambiente, amplificado por mau uso e ausência de tratamento de resíduos. Esse descarte e acúmulo crescente resulta em reservatórios ambientais de antibióticos, micro-organismos resistentes e genes de resistência a antimicrobianos, que podem impactar a saúde humana bem como outros animais e vegetais. Trata-se, portanto, de um problema ecológico que requer abordagem integrada, no escopo do programa "One Health". Dentro dessa perspectiva, o aspecto ambiental vem recebendo menos estudos. O estuário de Santos-São Vicente representa um estudo de caso interessante, recebendo impactos múltiplos incluindo ocupação territorial, tratamento ineficiente e descarte irregular de esgoto, resíduos industriais (ex-Vale da Morte) e atividade intensa portuária. O papel da microbiota dos sedimentos nesse estuário não foi investigado em detalhes, e o impacto de descarte de antibióticos, e contaminantes com respostas similares como metais e HPAs, sobre essa microbiota não foi descrito. Antibióticos, metais e HPAs, dependendo da concentração detectada, já foram descritos no ambiente com efeitos letais sobre grupos microbianos, influenciando composição da comunidade e serviços ecossistêmicos, efeitos de seleção e manutenção de resistência, e efeitos pleiotróficos diversos na expressão gênica, incluindo efeitos benéficos (hormese). Pretendemos empregar sequenciamento de alto desempenho, com recuperação de genomas a partir de metagenomas, para estudar comunidades microbianas em sedimentos dessas localidades, visando entender seu papel ecológico e influência de antibióticos, metais e HPAs sobre composição e serviços ecossistêmicos das mesmas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)