Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação dos mecanismos fotoquímicos do azul de metileno em agregados de sais biliares e solventes orgânicos usando laser flash photolysis

Processo: 22/07342-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 26 de setembro de 2022
Vigência (Término): 25 de junho de 2023
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Iseli Lourenço Nantes Cardoso
Beneficiário:Victor Hladkyi Toledo
Supervisor: Cornelia Bohne
Instituição Sede: Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Victoria (UVic), Canadá  
Vinculado à bolsa:19/26919-7 - Propriedades fotoquímicas e fotofísicas de corantes fenotiazínicos na interface de nanopartículas metálicas, BP.DD
Assunto(s):Fotoquímica   Azul de metileno   Processos fotoquímicos   Espectrofotometria   Estado excitado   Interações hospedeiro-patógeno
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Agregados | azul de metileno | espectrofotometria | estados excitados | fotoquímica | laser flash photolysis | Fotoquímica

Resumo

O azul de metileno e outros corantes fenotiazínicos têm relevância em várias aplicações nas áreas de biologia, materiais, bioeletrônica e energia. Estudos anteriores e em andamento em nosso laboratório mostraram que os estados agregados das fenotiazinas modulam a fotofísica e a fotoquímica desses corantes, favorecendo a estabilização de radicais catiônicos produzidos pelo mecanismo tipo I. Particularmente o azul de metileno (MB) possui comportamento fotoquímico específico modulado por agregação. De acordo com o meio e estado de agregação, a formação de leuco MB pode ser precedida pela geração de intermediários radicais relativamente estáveis. Portanto, entender os processos redox e o papel da agregação envolvidos na formação e estabilização dos radicais livres MB e da forma leuco gerada fotoquimicamente é um desafio. O projeto atual propõe a investigação de processos fotoquímicos de MB que ocorrem em DMSO e agregados de sais biliares, um sistema hospedeiro-hóspede não investigado anteriormente para o MB. A disponibilidade do equipamento de laser flash photolysis e outras técnicas avançadas no laboratório da professora Cornelia Bohne podem ajudar a desvendar os processos foto-redox envolvidos na formação e estabilização de espécies transientes de MB. Os dados obtidos serão relevantes para avaliar o azul de metileno como doador de elétrons em associação com semicondutores, sistemas de captação de luz solar, materiais autolimpantes e outras aplicações avançadas. Os estudos fundamentais aqui propostos também podem contribuir para um melhor entendimento do comportamento fotoquímico do MB em estruturas biológicas complexas, como membranas celulares e compartimentos intracelulares relevantes para aplicações biológicas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)