Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento do sistema de medidas de turbulência para estimar fluxos turbulentos de VOC na região metropolitana de São Paulo

Processo: 22/06511-6
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de julho de 2022
Vigência (Término): 30 de junho de 2024
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Meteorologia
Acordo de Cooperação: ANR
Pesquisador responsável:Amauri Pereira de Oliveira
Beneficiário:Maciel Piñero Sánchez
Instituição Sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:20/07141-2 - Emissões biogênicas, química e impactos na Região Metropolitana de São Paulo: BIOMASP+, AP.TEM
Assunto(s):Micrometeorologia   Interação biosfera-atmosfera   Balanço de energia   Balanço de radiação   Compostos orgânicos voláteis   Turbulência atmosférica
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:aquisição e armazenamento de dados | Balanço de Energia | Balanço de radiação | Instrumentação Meteorológica | programas de disponibilização de dados | Turbulência atmosférica | Micrometeorologia

Resumo

O projeto franco-brasileiro BIOMASP+ é uma oportunidade única para reduzir lacunas na compreensão dos processos atmosféricos resultantes das contribuições antropogênicas e biogênicas nas concentrações dos compostos orgânicos voláteis (VOCs) na região metropolitana de São Paulo (RMSP). Isso é necessário para quantificar adequadamente o impacto dos poluentes na qualidade do ar, na saúde e nas mudanças climáticas. O principal objetivo do BIOMASP+ é avaliar o impacto das interações biosfera-atmosfera na poluição urbana gasosa e particulada. No projeto BIOMASP+ pretende-se estimar emissões de VOC da superfície de áreas vegetadas, para caracterizar a contribuição das florestas urbanas na distribuição espacial e temporal dos VOCs presentes na atmosfera da RMSP. Para tanto serão instalados sistemas de medidas de turbulência para estimar fluxos turbulentos de VOC nas florestas urbanas, remanescentes de Mata Atlântica, localizadas Reserva do Morro Grande (RMG), Cotia, no Campus Butantã da Universidade de São Paulo no topo do prédio do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Os sistemas de medidas de turbulência serão utilizados também para estimar as principais componentes do balanço de energia e radiação das superfícies nos sites RMG e IAG, medindo também variáveis meteorológicas convencionais para efetuar uma caracterização climatológica desses dois sites. As atividades do técnico bolsista TT-IV-A descritas a seguir tem como objetivo principal viabilizar a implantação e manutenção do sistema de medidas de turbulência nos dois sites (IAG, RMG), bem como o gerenciamento do banco de dados, dando também suporte técnico aos pesquisadores Brasileiros e Franceses durante as duas campanhas de medidas intensivas a serem realizadas no período de 2022 a 2024. O principal objetivo do projeto em questão é viabilizar a parte observacional das medidas de fluxos turbulentos de VOC por meio da instalação e manutenção do sistema de medidas de turbulência sítios de observação do IAG e RMG. Para tanto, a partir de junho de 2022, o técnico irá participar da instalação de todos os sensores nas torres de 20 m (IAG) e 30 m (RMG). A partir de julho de 2022, após o encerramento das etapas de instalação dos sensores (vide cronograma), o técnico irá participar das atividades mensais de manutenção do sistema de medidas instalados nessas duas torres. Além das atividades mensais de manutenção, o técnico irá participar das atividades de organização do banco de dados e disponibilização das observações no site do Projeto BIOMASP+. As atividades dessa bolsa serão realizadas junto ao Laboratório de Micrometeorologia (LabMicro) do IAG da USP, sobre a supervisão do Professor Doutor Amauri Pereira de Oliveira, responsável pelo LabMicro e um dos pesquisadores principais do projeto BIOMASP+. Entre a atividades desenvolvidas pelo bolsista destaca-se auxiliar os pesquisadores brasileiros e franceses durante as campanhas de campo a serem realizadas em 2023 e 2024. Nestes experimentos serão realizadas medidas de VOC com frequência de 10 Hz, simultaneamente as medidas de turbulência. Estas observações serão utilizadas para estimar os fluxos turbulentos de VOC em ambos os sites (IAG, RMG). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)