Busca avançada
Ano de início
Entree

Rotação de culturas e correção de acidez: efeito de longo prazo sobre a qualidade do solo e produtividade

Processo: 21/14847-1
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2022
Vigência (Término): 12 de setembro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Heitor Cantarella
Beneficiário:Letusa Momesso Marques
Instituição Sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Sistemas de produção   Produção agrícola   Produtividade de grãos   Acidez   Qualidade do solo   Concentração de íons de hidrogênio   Diversidade microbiana   Relação solo-planta   Interações planta-micro-organismos
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:comunidade microbiana | Enzimas de solo | interação solo-planta-microrganismo | pH | produtividade de grãos | sistemas de produção | Sistemas de produção agrícola

Resumo

Sistemas de produção agrícola baseados em monocultura ou sequências de culturas com baixa diversidade de espécies podem levar ao empobrecimento do solo e redução da biodiversidade microbiana. Por outro lado, sistemas mais complexos tendem a incrementar as propriedades biológicas do solo, com potencial impacto sobre a produção sustentável. A correção da acidez é prática necessária nos solos ácidos brasileiros e contribui para o aumento da produtividade agrícola e afeta vários atributos do solo. O efeito combinado da correção da acidez e de sistemas de rotação complexos sobre a produtividade agrícola e a qualidade do solo são mais bem avaliados em estudos de longa duração nos quais os efeitos das práticas de manejo são consolidados e menos afetados flutuações climáticas que afetam resultados de curto prazo. Os grandes avanços nos estudos do microbioma dos solos permitem usar medidas da vida microbiana, grandemente afetada por práticas de manejo, como indicadores da qualidade do solo. Estudos de longa duração, com análise integrada de dados, como os deste projeto, são relativamente raros. Portanto, levantamos a hipótese de que a análise conjunta de dados das propriedades físicas, químicas e biológicas do solo pode permitir a escolha de sistemas de rotação de culturas que conjuguem saúde do solo e altas produtividades das culturas; bem como nas interações benéficas entre solo, planta e microrganismo no sistema como um todo. Para verificar esta hipótese, serão realizados levantamento de dados do solo e análises microbiológicas em um experimento de longa duração conduzido desde 2006 na Fazenda Experimental da Faculdade de Ciências Agronômicas/UNESP, em Botucatu-SP. As avaliações integradas de dados incluem o a) emprego de técnicas de PCR quantitativo em tempo real (qPCR) dos processos do ciclo do nitrogênio (N); b) parâmetros enzimáticos do ciclo de carbono (C), fósforo (P) e enxofre (S) para as determinações de ciclagem de nutrientes; c) sequenciamento do gene 16S rRNA e da região ITS ("Intergenic Transcribe Space") em amostras coletadas no início e após 15 anos de cultivo, para a determinação das comunidades bacterianas e fúngicas; d) levantamento dos dados de acúmulo de resíduos vegetais e produtividade das culturas, e) propriedades químicas e físicas do solo nos sistemas de produção para modelagem dos dados dos sistemas agrícolas. A partir da integração de dados das propriedades químicas, físicas e biológicos do solo nos sistemas de produção combinados com corretivo de solo espera-se melhorar o entendimento sobre o potencial da produção de grãos em solos tropicais associado com qualidade do solo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)