Busca avançada
Ano de início
Entree

Atmosfera controlada para conservação de uvaias (Eugenia pyriformis) sob alteração das concentrações de oxigênio (O2) e dióxido de carbono (CO2) simultaneamente

Processo: 22/05027-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2022
Vigência (Término): 31 de março de 2023
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Angelo Pedro Jacomino
Beneficiário:Julio César Zacarias Filho
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/12606-3 - Frutas da Mata Atlântica potencialmente funcionais: caracterização, multiplicação de plantas e conservação pós-colheita, AP.TEM
Assunto(s):Armazenagem em atmosfera controlada   Conservação de alimentos   Pós-colheita   Uvaia   Eugenia (planta)
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:frutas nativas | pós-colheita | Qualdiade | Pós-Colheita de produtos hortícolas

Resumo

A atmosfera controlada (AC) pode ser utilizada como uma ferramenta de conservação e caracterização em fisiologia pós-colheita. Na AC as mudanças na relação entre oxigênio e o dióxido de carbono reduzem a taxa respiratória e a atividade enzimática do fruto, prolongando a sua vida útil. A uvaia (Eugenia pyriformis) é um fruto de sabor e aroma intensos, contudo, possui alta perecibilidade - o que dificulta sua comercialização e consumo in natura. Este estudo propõe o uso da AC para conservação pós-colheita de uvaias e verificação de possíveis alterações em sua qualidade em frutos sob atmosfera com O2 e CO2 alterados simultaneamente. Para isso, serão selecionados os tratamentos promissores de estudos previamente realizados e em andamento. Nestes estudos as atmosferas propostas foram 2, 4, 6, 8, 10 e 21% de O2 e 0, 3, 6, 9, 12 e 15% de CO2. As uvaias serão colhidas, transportadas, selecionadas quanto à ausência de defeitos, pré-resfriadas e armazenados em minicâmaras herméticas. As minicâmaras contendo os frutos serão dispostas em estantes no interior de câmara de refrigeração. Cada uma das minicâmaras será conectada a uma linha de gás, de fluxo contínuo, contendo as misturas gasosas a serem estudadas. As misturas serão produzidas em um equipamento chamado "flowboard" a partir de ar comprimido, O2, CO2e N2 umidificado em dispositivo específico. Além da aferição do funcionamento do flowboard, as concentrações de O2 e CO2 serão analisadas diariamente, em todas as minicâmaras, utilizando-se o analisador de gases da marca Dansensor, modelo Checkmate 9001. Os frutos serão armazenados por até 12 dias e, avaliados no início, no 6º dia e no 12º dia de armazenamento quanto a massa do fruto, coloração, sólidos solúveis, acidez titulável, além de serem quantificados diariamente os teores de acetaldeído e etanol. O delineamento experimental será o inteiramente casualizado, em esquema fatorial, sendo os fatores compostos pelas combinações entre as concentrações de O2 e de CO2, com três repetições, sendo cada qual composta por uma minicâmara, contendo 10 a 15 frutos, em cada dia de análise. Os resultados serão submetidos à análise de variância e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey (5%). As variáveis não paramétricas serão analisadas pelo teste de Kruskal-Wallis (5%). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)