Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de um escore de risco poligênico para predição da deficiência de selênio em população miscigenada

Processo: 21/15196-4
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 29 de setembro de 2022
Vigência (Término): 28 de setembro de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição
Pesquisador responsável:Carla Barbosa Nonino
Beneficiário:Lígia Moriguchi Watanabe
Supervisor: Lisete Maria Ribeiro de Sousa
Instituição Sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa: Universidade de Lisboa, Portugal  
Vinculado à bolsa:20/08687-9 - Deficiência de selênio: identificação de um perfil de risco considerando fatores genéticos, clínicos e ambientais de pacientes com Obesidade no pré e pós-operatório da cirurgia bariátrica, BP.PD
Assunto(s):Polimorfismo genético   Selênio   Variantes genéticas
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Escore de Risco Poligênico | Polimorfismos | selênio | Análise de dados de Nutrigenética

Resumo

Variantes genéticas relacionadas ao metabolismo do selênio (Se) podem influenciar diretamente nos níveis sanguíneos em indivíduos, aumentando o risco para o desenvolvimento de doenças relacionadas a sua deficiência. Dessa forma, a estimativa da suscetibilidade probabilística de um indivíduo a deficiência de Se, considerando o seu perfil genético - escore de risco poligênico (ERP) - se mostra como uma ferramenta importante no manejo clínico, visando a redução no risco de doenças associadas e a personalização das recomendações de ingestão do mineral. Além disso, há uma escassez de estudos na literatura em relação aos níveis sanguíneos de Se e as variantes genéticas em população miscigenada, como a brasileira. Sendo assim, o presente projeto tem como objetivos: (a) Determinar a correlação entre os componentes de ancestralidade e os níveis séricos de Se; (b) Determinar associações dos polimorfismos em nucleotídeos únicos em genes candidatos (relacionados ao Se); (c) Determinar um Escore de Risco Poligênico para deficiência de Se usando as variáveis que foram significativamente associadas aos níveis séricos de Se. Os dados genômicos, a concentração de Se sérico e parâmetros antropométricos previamente coletados (projeto FAPESP número 2020/08687-9) serão utilizados para análises estatísticas específicas a fim de responder aos objetivos propostos. Dessa forma, serão realizadas as seguintes análises: (a) inferência eficiente de ancestralidade local (IEAL), utilizando a regressão quantílica e um classificador de k-médias para inferir a ancestralidade local para indivíduos miscigenados; (b) equações de estimação generalizadas (GEE) para identificação dos SNPs mais significativos, no qual serão considerados como SNP representativo do aglomerado (SNPref), utilizando como covariáveis sexo, IMC, idade e ancestralidade de cada indivíduo; (c) cálculo do ERP a partir do SNPref selecionado. A análise estatística será efetuada recorrendo ao software R (R Core Team, 2017), disponível gratuitamente a partir do CRAN - Comprehensive R Archive Network (http://cran.r-project.org/). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)