Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de novos materiais e métodos para dessalinização capacitiva

Processo: 21/11630-1
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2022
Vigência (Término): 31 de julho de 2025
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Ernesto Chaves Pereira de Souza
Beneficiário:Felipe Staciaki da Luz
Instituição Sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07296-2 - CDMF - Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais, AP.CEPID
Assunto(s):Eletroquímica   Desenvolvimento de novos materiais   Dessalinização   Carbono   Grafenos   Deionização capacitiva   Nitreto de carbono   Calcogeneto   Ímãs permanentes   Osmose inversa   Método dos elementos finitos
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:deionização capacitiva | Grafeno | Materiais à base de carbono | Método dos Elementos Finitos | Nitreto de carbono | Eletroquímica

Resumo

A água é um recurso essencial para a vida e é considerada um direito humano pela ONU. Apesar da enorme quantidade de água presente no planeta, menos de 3\% deste total é potável, isto é, própria para o consumo de seres humanos e animais. Além disso, essa água está distribuída de forma desigual ao redor do globo. Tais fatores, aliados ao aumento exponencial da população levam a escassez de água em diferentes regiões do mundo, o que tem como consequência um aprofundamento das desigualdades sociais, econômicas, levando a uma degradação acelerada do meio ambiente. Nesse contexto, técnicas para a dessalinização de água salobra e água do mar têm sido desenvolvidas para suprir a demanda por água potável para consumo humano e animal. Diferentes soluções tecnológicas tem possibilitado que a proposta sistemas de dessalinização eficientes e sustentáveis. Dentre os diferentes processos, destacam-se a osmose reversa, eletrodiálise, destilação multiestágios e dessalinização capacitiva como técnicas para esta finalidade desenvolvidas até o presente momento. Esse volume de água dessalinizada representa 0,01\% de toda a água consumida no mundo diariamente, sendo que a maior parte desse volume é obtido pela osmose reversa.Entretanto, a osmose reversa possui um gasto energético significativo devido à pressão requerida, e a necessidade da troca das membranas eleva o custo do processo. Uma alternativa promissora a esta técnica que tem sido estudada nos últimos anos é a dessalinização capacitiva. Esta tecnologia de purificação de água ganhou destaque por gerar uma quantidade menor de efluentes e utilizar materiais de baixo custo para a fabricação de eletrodos. Além disso, a energia requerida para operar o sistema de dessalinização ($\leq 1,4$ V) possibilita a sua alimentação por fontes de energia renováveis como, por exemplo, as células fotovoltaicas ou eólica.Considerando estes fatos, propomos, neste projeto, desenvolver novos materiais para eletrodos para o processo de dessalinização capacitiva modificando materiais à base de carbono como o grafeno e o nitreto de carbono quanto a sua sua estrutura superficial (funcionalização), pela presença de clusters de compostos, segmentos contendo grupos funcionais e defeitos estruturais. Finalmente, para melhorar disponibilidade dos sítios ativos, propomos aumentar a distância entre as camadas dos compostos de carbono pela introdução de estruturas químicas espaçadoras a base de calcogenetos. Também com o objetivo de aumentar a atividade para adsorção/desorção, propomos o uso de dupla fonte de energia usando além do campo elétrico, um campo magnético externo aplicado (utilizando um imã permanente). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PILONETTO, LUIS FELIPE; STACIAKI, FELIPE; NOBREGA, ERYKA; CARNEIRO-NETO, EVALDO B.; DA SILVA, JEYSE; PEREIRA, ERNESTO. Mitigating the capacity loss by crossover transport in vanadium redox flow battery: A chemometric efficient strategy proposed using finite element method simulation. CHEMICAL ENGINEERING JOURNAL, v. 474, p. 8-pg., . (17/11986-5, 21/03592-2, 19/27029-5, 21/11630-1, 19/11095-9, 22/05254-0, 13/07296-2)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.