Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto do exercício físico recreacional em parâmetros inflamatórios e função executiva de estudantes e funcionários mantidos inativos fisicamente durante o período de pandemia da COVID-19

Processo: 21/06338-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2022
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Fábio Santos de Lira
Beneficiário:Ivete Vera Medeiros dos Santos
Instituição Sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Imunometabolismo   COVID-19   Inflamação   Exercício físico   Treinamento físico
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:atividade física | Covid-19 | função cognitiva | gordura visceral | Inflamação | Imunometabolismo

Resumo

Durante o período da pandemia da COVID-19, estudos têm mostrado o alto índice de comportamentos sedentários, inatividade física, transtornos de humor e qualidade reduzida de sono, paralelamente uma redução na prática de exercício físico. Já é bem consolidado na literatura a importância do exercício físico para manutenção da saúde física e mental, exercendo efeitos positivos no tratamento de disfunções cognitivas, transtornos depressivos e ansiosos, redução dos depósitos de tecido adiposo e desregulação metabólica, inclusive por apresentar efeitos anti-inflamatórios. Sendo assim, o objetivo deste projeto é avaliar o impacto de oito semanas de treinamento físico sobre parâmetros metabólicos e inflamatórios (variáveis imunometabólicas) e mentais (humor e função executiva) de estudantes e funcionários da Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) da UNESP após a liberação do distanciamento social resultante da pandemia da COVID-19. Para isto, os participantes serão randomizados em grupos (controle e intervenção) e terão os parâmetros imunometabólicos (composição corporal, perfil lipídico, glicose, insulina, PAI-1, BDNF, adiponectina e leptina) e parâmetros de saúde mental (ansiedade, depressão e função executiva) avaliados no início e ao término do programa de treinamento físico recreacional. Espera-se que o exercício físico pós-distanciamento social contribua à melhora do perfil imunometabólico e parâmetros de saúde mental e, portanto, influenciando na melhora do humor e desempenho da função executiva.(AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SILVA, BRUNA SPOLADOR DE ALENCAR; PEREIRA, TELMO; MINUZZI, LUCIELE GUERRA; PADILHA, CAMILA SOUZA; FIGUEIREDO, CAIQUE; OLEAN-OLIVEIRA, TIAGO; DOS SANTOS, IVETE VERA MEDEIROS; VON AH MORANO, ANA ELISA; MARCHIOTO, OSMAR; RIBEIRO, JOSE PROCOPIO JABUR; et al. Mild to moderate post-COVID-19 alters markers of lymphocyte activation, exhaustion, and immunometabolic responses that can be partially associated by physical activity level- an observational sub-analysis fit-COVID study. FRONTIERS IN IMMUNOLOGY, v. 14, p. 16-pg., . (20/07765-6, 21/11932-8, 21/06338-0, 19/26378-6, 19/25626-6, 18/23402-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.