Busca avançada
Ano de início
Entree

Ondas de calor e ilha de calor urbano em São Paulo, SP, Brasil

Processo: 20/01846-4
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2022
Vigência (Término): 30 de setembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geografia Física
Pesquisador responsável:Ligia Vizeu Barrozo
Beneficiário:Sara Lopes de Moraes
Supervisor: Clare Heaviside
Instituição Sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: University College London (UCL), Inglaterra  
Vinculado à bolsa:18/25462-0 - Eventos extremos de temperatura do ar e suas relações com a mortalidade de idosos no município de São Paulo, BP.DR
Assunto(s):Climatologia   Geografia da saúde   Meio ambiente construído   Mortalidade   Ilha de calor urbano   Onda de calor
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Ambiente Construído | Ilha de Calor Urbana | mortalidade | Ondas de Calor | Climatologia e Geografia da Saúde

Resumo

Diversos estudos mostram que os eventos de ondas de calor serão mais intensos e frequentes no futuro, tornando um problema de saúde pública no mundo. As ondas de calor estão associadas com o aumento das taxas de mortalidade e internações hospitalares, especialmente na população idosa, o grupo mais vulnerável. O risco de mortalidade relacionada às ondas de calor pode aumentar de acordo com determinantes demográficos, isolamento social, status socioeconômico e condições de vida. O ambiente construído também é um fator-chave que desempenha um papel importante nos problemas de saúde e de mortalidade associados ao calor. O material urbano pode reter calor e causar alteração no balanço energético da superfície, intensificando a Ilha de Calor Urbano - UHI. Portanto, esta proposta de estágio tem como objetivo principal explorar e entender a relação entre os efeitos da UHI na mortalidade de idosos durante um evento de ondas de calor em São Paulo, SP, Brasil. Para verificar esta associação, um evento específico de onda de calor será classificado, levando em consideração a análise de séries temporais (2006 a 2015). As imagens de satélite e os modelos climáticos regionais ou meteorológicos serão considerados, como a abordagem metodológica para quantificar a intensidade da UHI durante o evento específico de onda de calor. Espera-se encontrar resultados que mostrem a relação das ondas de calor com mortalidade de idosos, a intensidade da UHI e outros fatores determinantes relevantes que colaborem para mitigar e reduzir os impactos extremos da temperatura do ar na saúde humana. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)