Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise, in vitro e in vivo do mecanismo de ação do Ácido Tauroursodeoxicólico (TUDCA) sobre a morfofunção das células alpha pancreáticas e na resposta contra-regulatória do glucagon em modelo de subnutrição associado a obesidade.

Processo: 21/02734-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2022
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2025
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Everardo Magalhães Carneiro
Beneficiário:Joel Alves da Silva Junior
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/26080-4 - Caracterização dos mecanismos moleculares e funcionais envolvidos nas disfunções endócrino-metabólicas, cardiovasculares e neurais induzidas pela restrição de aminoácidos in vitro e in vivo: possível papel terapêutico do ácido biliar TUDCA, AP.TEM
Assunto(s):Diabetes mellitus   Glucagon   Insulina   Obesidade   Fisiologia endócrina   Subnutrição
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Ácido Tauroursodeoxicólico | diabetes mellitus | glucagon | Insulina | obesidade | subnutrição | Fisiologia Endócrina

Resumo

A subnutrição ainda é um problema de saúde pública que afeta 462 milhões de indivíduos adultos em todo o globo. A deficiência nutricional intrauterina e pós-natal desencadeia perturbações metabólicas em roedores e humanos, levando ao desequilíbrio no controle glicêmico e na homeostase energética, predispondo ao desenvolvimento da obesidade e Diabetes Mellitus do tipo 2 (DM2) na fase adulta. O DM2 é caracterizado por prejuízos na ação, secreção e degradação da insulina, além da hiperglucagonemia que é um fator que também contribui para o estabelecimento e progressão dessa doença. Dessa forma, estratégias terapêuticas contra obesidade, intolerância a glicose e DM2 devem levar em consideração tanto a ação quanto a secreção da insulina e do glucagon. O Ácido Tauroursodesoxicólico (TUDCA) tem se destacado como molécula terapêutica no tratamento da obesidade e do DM2. Em modelos de obesidade, o tratamento com o TUDCA reduziu a adiposidade e melhorou a ação e secreção da insulina. Já em cultura de célula alpha e em ilhotas pancreáticas, reduziu a secreção do glucagon. Contudo, a ação terapêutica do TUDCA sobre a morfofunção das células aplha pancreáticas e ação do glucagon ainda não foi avaliada em roedores com obesidade associada à subnutrição. Portanto, neste projeto caracterizaremos os efeitos do TUDCA em linhagem de célula alpha, e em ilhotas isoladas de camundongos submetidos à restrição de aminoácidos em associação com ácidos graxos, com foco na secreção do glucagon. Além disso, avaliaremos os efeitos do TUDCA sobre a secreção e ação do glucagon, de forma sistêmica, em camundongos alimentados com dieta hipoproteica em associação com dieta hiperlipídica.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)