Busca avançada
Ano de início
Entree

Tomografia de coerência óptica de domínio espectral para estudo da camada de fibras nervosas da retina no parkinsonismo

Processo: 21/12076-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2022
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Ivan Maynart Tavares
Beneficiário:Caike Costa Fernandes Diogo
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Oftalmologia   Doença de Parkinson   Células ganglionares da retina   Nervo óptico   Medição de espessura de camada   Tomografia de coerência óptica   Análise de variância   Estudos transversais   Estudo comparativo

Resumo

A degeneração da Doença de Parkinson na retina envolve alterações na dopamina, um neurotransmissor presente nas células amácrimas, presentes na camada nuclear interna, nas células ganglionares, nos campos receptivos das células bipolares além de poder modular as atividades dos fotorreceptores. Objetivos: comparar as diferenças na espessura das seguintes camadas da retina entre indivíduos normais e pacientes com síndrome parkinsoniana: camada de fibras nervosas da retina peripapilar, camada de células ganglionares da retina macular e camada nuclear interna. E determinar a aplicabilidade da avaliação da espessura das camadas da retina como biomarcador diagnóstico e sua utilidade para o seguimento das síndromes parkinsonianas, assim como no auxilio no diagnóstico diferencial. Métodos: estudo transversal em que serão avaliados 100 pacientes com síndromes parkinsonianas e 30 voluntários normais, com análise da espessura da camada de fibras nervosas da retina peripapilar, da camada de células ganglionares da retina macular e da camada nuclear interna macular, por meio da tomografia de coerência óptica de domínio espectral (Spectralis OCT, Heidelberg, Alemanha) e por fonte de varredura (DRI OCT Triton, Topcon, Japão). Análise descritiva, análise de variância (ANOVA) será empregada para comparação de variáveis numéricas entre os grupos de estudo, testes de qui-quadrado e exato de Fisher serão utilizados para verificar associação entre variáveis categorizadas, testes de correlação de Pearson e Spearman serão utilizados para verificarem-se associações entre variáveis contínuas e curvas a partir da "Receiver Operating Characteristic" (ROC) serão utilizadas para descrever a habilidade de diferenciar pacientes com Parkinson e normais, para cada parâmetro de cada aparelho utilizado. Resultados esperados: observação de redução da espessura das camadas da retina avaliadas, especialmente da camada nuclear interna e do complexo de células ganglionares na região macular.(AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)