Busca avançada
Ano de início
Entree

Equipamento oftalmológico com inteligência artificial para detecção precoce de Ceratocone por meio de medidas da córnea, utilizando topografia de plácido e tomografia de Scheimpflug

Processo: 22/00525-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2021
Vigência (Término): 31 de agosto de 2022
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica - Engenharia Médica
Pesquisador responsável:André Orlandi de Oliveira
Beneficiário:André Orlandi de Oliveira
Empresa:JTAG PECAS E EQUIPAMENTOS MEDICOS LTDA
CNAE: Fabricação de aparelhos eletromédicos e eletroterapêuticos e equipamentos de irradiação
Vinculado ao auxílio:19/15216-5 - Equipamento oftalmológico com inteligência artificial para detecção precoce de ceratocone por meio de medidas da córnea, utilizando Topografia de Plácido e Tomografia de Scheimpflug, AP.PIPE
Assunto(s):Oftalmologia   Equipamentos oftalmológicos   Técnicas de diagnóstico oftalmológico   Diagnóstico precoce   Ceratocone   Dilatação patológica   Topografia da córnea   Tomografia   Inteligência artificial   Visão computacional   Redes neurais (computação)

Resumo

A detecção precoce de doenças de ectasia da córnea ganhou muita relevância pelo alto risco apresentado por casos subclínicos (assintomáticos) de desenvolver ectasia iatrogênica da córnea após cirurgia refrativa para correção da visão. Além disso, com a disseminação da técnica de crosslinking, que é capaz de interromper o avanço de Ceratocone por exemplo, a identificação precoce de casos de Ceratocone (chamados de subclínico e assintomáticos) se tornou muito importante para que o profissional de oftalmologia possa intervir o mais cedo possível nesses casos, a fim de minimizar os danos causados ao paciente pela doença. Portanto, paralelamente aos avanços no tratamento, deve-se avançar nas tecnologias de identificação de doenças para auxiliar na decisão clínica desses casos, de modo a obter uma maior taxa de sucesso nos tratamentos. Apesar de haver equipamentos que fornecem diferentes medidas do olho, o diagnóstico precoce do Ceratocone exige do profissional de oftalmologia muita experiência e acurácia, uma vez que no estágio subclínico a doença pode ser assintomática e de difícil identificação. Dessa forma, a utilização de sistemas computacionais para o auxílio ao diagnóstico se torna bastante relevante e, nesse sentido, a Inteligência Artificial (IA), em especial a Visão Computacional, pode ser explorada e utilizada no desenvolvimento desses sistemas. Por isso, o objetivo principal desse projeto é a aplicação de técnicas e métodos de Visão Computacional, Redes Neurais Artificiais e polinômios de Zernike para a identificação, principalmente, de casos subclínicos de ectasia. Isso será feito por meio de medidas da seção anterior do olho, obtidas a partir de imagens da tomografia de Scheimpflug e da topografia de Plácido, que em conjunto oferecem todos os parâmetros necessários para a aplicação de algoritmos que ajudem a alcançar altas sensibilidade e especificidade nos exames. Como a empresa Eyetec já possui seu próprio topógrafo de Plácido, a tomografia de Scheimpflug será adicionada a esse equipamento pela implementação de uma técnica diferente da utilizada por outros fabricantes atualmente, e que, além de simplificar o processo de fabricação, também reduz seu custo. Além disso, também será desenvolvida e agregada ao equipamento a funcionalidade de análise de filme lacrimal com todas as ferramentas necessárias para diagnóstico de olho seco, como por exemplo o tempo de quebra do filme lacrimal. Finalmente, o projeto contempla um equipamento embarcado, capaz de operar sem a necessidade de um computador ou notebook externo, que além de simplificar seu uso, reduz consideravelmente o espaço necessário para sua operação. Com isso, ao final do projeto espera-se obter um equipamento completo e robusto para diagnóstico de doenças relacionadas à córnea, com preço acessível a fim de democratizar esse tipo de exame e aumentar o alcance dessa tecnologia, reduzindo o número de pessoas com problemas não diagnosticados de ectasia, principalmente o Ceratocone. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)