Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de propriedades antimicrobianas de nano/biomateriais liberadores de NO para o combate da Neisseria gonorrhoeae

Processo: 21/13821-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 20 de maio de 2022
Vigência (Término): 19 de setembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Pesquisador responsável:Amedea Barozzi Seabra
Beneficiário:Bianca de Melo Santana
Supervisor no Exterior: Myron Christodoulides
Instituição-sede: Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Southampton, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:20/08566-7 - Desenvolvimento de nanopartículas magnéticas de Fe3O4@SiO2 contendo doadores de óxido nítrico para aplicações biomédicas, BP.IC
Assunto(s):Neisseria gonorrhoeae   Gonorreia   Biomateriais   Nanopartículas   Óxido nítrico   Descoberta de drogas   Resistência a medicamentos

Resumo

Neisseria gonorrhoeae é uma bactéria humana obrigatória responsável por causar gonorreia. Ela Infecta o epitélio da mucosa da uretra masculina e endo/ectocérvix feminina, causando mais de 87 milhões de casos por ano. Embora os antibióticos tenham tido sucesso no tratamento de infecções gonocócicas, N. gonorrhoeae desenvolveu multirresistência, estando entre as mais multirresistentes bactérias em circulação hoje em dia, e requer o desenvolvimento de novos tratamentos para superar esta problema. O óxido nítrico (NO) é um importante agente farmacêutico devido às suas propriedades terapêuticas, como os efeitos antimicrobianos, e é considerado um potente agente antibiótico contra bactérias Gram-positivas e Gram-negativas. No entanto, as aplicações biomédicas do NO são limitadas por sua curta meia-vida e concentração precisa. Espécies doadoras de NO com maior estabilidade podem ser usadas para transportar e entregar NO em aplicações biomédicas. A fim de melhorar a entrega de NO e ajustar as propriedades farmacocinéticas, doadores de NO são geralmente incorporados em nanomateriais, resultando em nanoveículos capazes de realizarem a liberação de NO de uma maneira dose-controlável. Nanopartículas de sílica podem ser usadas como nanoveículos, considerando sua biocompatibilidade e porosidade, sendo capazes de fornecer uma ambiente químico quase constante para as substâncias carregadas e evitar desvios das substâncias. Além disso, a incorporação de doadores de NO em uma matriz de hidrogel biocompatível permite um maior tempo de residência do NO no local de administração. Neste contexto, os objetivos do projeto são avaliar os efeitos antibacterianos de nanopartículas de sílica liberadoras de NO e de um hidrogel de Pluronic liberador de NO contra N. gonorrhoeae, fazendo uma comparação com antibióticos normalmente empregados contra esse patógeno. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)