Busca avançada
Ano de início
Entree

Demografia histórica comparada e respostas `as mudanças climáticas passadas na mata atlântica: mudanças populacionais e adaptação local

Processo: 19/08308-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2022
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Miguel Trefaut Urbano Rodrigues
Beneficiário:Mariana Mira Vasconcellos
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Demografia histórica   Mata Atlântica   Mudança climática   Genômica populacional

Resumo

Compreender como mudanças climáticas passadas têm afetado espécies e comunidades em regiões tropicais, onde a reside a maior biodiversidade do planeta, é uma das mais importantes questões ecológicas na atualidade. Variações climáticas, no tempo e no espaço, desencadeiam importantes processos eco-evolutivos nas populações incluindo adaptação local e mudanças no tamanho populacional das espécies. Nosso objetivo principal é investigar como esses processos têm impactado múltiplos táxons na Mata Atlântica e como moldou padrões atuais de diversidade nesse bioma. Usando sequenciamento de nova geração (RADseq) previamente coletados para 16 táxons endêmicos da Mata Atlântica (incluindo plantas, lagartos e anfíbios), iremos investigar se esses táxons responderam de modo similar `as mudanças climáticas no passado em diferentes partes da floresta exibindo assinaturas genéticas de expansão, contração ou nenhuma mudança populacional ao longo do tempo. Nós também avaliaremos se essas mudanças populacionais foram sincronizadas ou idiossincráticas ao longo do tempo para os táxons estudados e usaremos traços ecológicos das espécies e o micro-habitat de ocorrência como preditores de padrões que irão emergir. Além disso, com sequenciamento reduzido do genoma, nosso estudo tem o potencial de revelar correlações significativas em loci adaptativos que podem explicar mecanismos compartilhados de adaptação local entre as espécies. Nossos resultados podem guiar estratégias de conservação em um ecossistema ameaçado e antecipar respostas `as mudanças climáticas futuras em um hotspot de biodiversidade. Esse pós-doutorado pode também proporcionar o reestabelecimento no Brasil de uma jovem pesquisadora Brasileira e proporcionar a transferência de conhecimento adquirido com sequenciamento genômico e bioinformática nos Estados Unidos para pesquisadores brasileiros.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)