Busca avançada
Ano de início
Entree

Tecnologia de líquidos iônicos para análises de resíduos e contaminantes químicos em produtos à base de açaí (Euterpe oleracea Mart.): uma abordagem para extração e validação de métodos analíticos

Processo: 21/11821-1
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2022
Vigência (Término): 30 de junho de 2023
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Helena Teixeira Godoy
Beneficiário:Luis Eduardo Silva Nascimento
Supervisor: Jared L. Anderson
Instituição Sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa: Iowa State University, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:20/10990-1 - Ocorrência de contaminantes orgânicos em polpas e sorbets de açaí (Euterpe oleracea Mart.): desenvolvimento e validação de métodos analíticos, BP.DR
Assunto(s):Análise de alimentos   Açaí   Euterpe oleraceae   Líquidos iônicos
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:agrochemical residues | benzophenones | food analysis | magnetic ionic liquids | polymeric ionic liquids | 2 and 4 methyl-imidazole | Análise de Alimentos

Resumo

O açaí (Euterpe oleracea Mart.) está entre as frutas mais produzidas no Brasil e seu mercado consumidor está em franca expansão. Um dos principais fatores responsáveis pela expansão da produção de açaí está relacionado ao aumento do seu consumo no mercado interno e externo. Entre os contaminantes que podem ser encontrados nos produtos à base de açaí estão os resíduos de agroquímicos provenientes da contaminação ambiental, as benzofenonas geralmente provindas de embalagens de alimentos, 2-metilimidazol (2-MI) e 4-metilimidazol (4-MI) presentes nas polpas de açaí que foram adicionadas de ingredientes com grandes quantidades desses compostos, como por exemplo, o xarope de guaraná. Para a extração desses contaminantes na matriz alimentar, a tecnologia dos líquidos iônicos (ILs) tem recebido grande atenção por serem considerados uma alternativa promissora como método de extração. Conforme a variedade química de ILs cresceu, eles foram divididos em subclasses, incluindo líquidos iônicos poliméricos (PILs) e líquidos iônicos magnéticos (MILs). PILs e MILs exibem um potencial excepcional devido à sua alta versatilidade. Eles podem ser usados para extrair compostos específicos, removendo os analitos da matriz investigada para subsequente análise usando cromatografia líquida ou gasosa. Diante dessas informações, este projeto tem como desafio determinar os resíduos de agroquímicos, benzofenona e seus derivados, 4-MI e 2-MI de produtos à base de açaí utilizando PILs e MILs combinados com técnicas de microextração e métodos cromatográficos. Por fim, esses dados podem ser usados tanto por agências regulatórias que investigam e estabelecem limites para contaminantes em alimentos, quanto pela indústria de alimentos como subsídio para ações preventivas e/ou corretivas para mitigar a exposição aos contaminantes. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)