Busca avançada
Ano de início
Entree

Difusão de ciência e tecnologia por meio de redes sociais, programas de TV/internet e atividades nas escolas

Processo: 21/11736-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Jornalismo Científico
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2021
Vigência (Término): 30 de novembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Comunicação
Pesquisador responsável:Euclydes Marega Junior
Beneficiário:Wilma Regina Barrionuevo
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa: Instituto De Física De São Carlos, Brasil  
Vinculado ao auxílio:13/07276-1 - CEPOF - Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica, AP.CEPID
Assunto(s):Exposições científicas   Jornalismo científico

Resumo

O CEPID CEPOF é um centro internacional de pesquisa, inovação e difusão sediado na USP e financiado pela FAPESP. A equipe de Difusão Científica ligada ao CEPOF atua na área de Difusão de Ciências há mais de duas décadas. A proponente deste projeto atua como coordenadora de Difusão Científica do CEPOF há 15 anos. Na presente proposta, atuará de forma contundente para otimizar a divulgação científica do CEPOF nas redes sociais. Além disso, prosseguirá com a Difusão de Ciências junto às escolas de São Carlos e região, conforme descrito a seguir: 1. ATIVIDADES DE JORNALISMO CIENTÍFICO: Serão divulgadas pesquisas sobre temas científicos diversos, de interesse da sociedade, por meio de publicação em linguagem inteligível pela população geral, em plataformas de redes sociais (Instagram®, Facebook®, Twitter® e Youtube®, Jornais Digitais e pela TV Canal 20, gerenciada pelo CEPOF). 2 - CLUBES DE CIÊNCIAS - Capacitação de professores e estudantes: Serão criados e acompanhados Clubes de Ciências em Escolas Públicas. Os Clubes serão orientados pela proponente do presente projeto para o desenvolvimento de experimentos a serem apresentados a Feira de Ciência e Tecnologia da USP 2022, cujo tema será "Ciência, Tecnologia e Inovações para o planeta". Durante os anos de 2018, 2019 e 2020 a proponente deste projeto, foi agraciada pela Câmara Municipal de São Carlos, com o Prêmio Ciência e Tecnologia - Categoria Clubes de Ciências, devido ao importante trabalho desenvolvido anualmente com os Clubes de Ciências. 3 - INCLUSÃO DIGITAL: AULAS ELETIVAS EM ESCOLAS PÚBLICAS: Serão ministradas aulas em escolas sobre o Ambiente Computacional Arduino, utilizado para automação de projetos eletrônicos e/ou robóticos. Durante as aulas os estudantes formarão grupos e terão à disposição as placas Arduino e uma série de sensores. Para cada parâmetro ambiental estudado um sensor do Arduino será conectado a um aparelho que executará automaticamente uma ação (ex. 1. Aumento de temperatura aciona ventiladores; 2. Presença aciona alarme ou acende luz; etc.).4 - MINICURSO LUZ E CORES: Serão realizados minicursos com os kits educacionais Cores e Sensações, desenvolvidos e cedidos pelo CEPOF. O minicurso tratará inicialmente de temas como átomos, células, sistemas do corpo humano, órgãos dos sentidos (visão: como enxergamos as cores). Na aulas seguintes, os alunos poderão somar e subtrair cores de modo interativo e atraente. 5 - ORGANIZAÇÃO DE PROJETO PEDAGÓGICO EM ESCOLAS PÚBLICAS MUNICIPIS: A pedido da Secretaria Municipal de Ensino, nessa situação de Pandemia pela COVID-19 auxiliaremos a escola na ministração de aulas, por meio de Ensino EAD e da utilização da a ferramenta Google Classroom e afins. E auxiliaremos nas medidas de retorno às aulas presenciais.6 - PROGRAMAS CIENTÍFICOS PARA TV/INTERNET: Serão desenvolvidos vídeos educacionais e programas de entrevista sobre temas diversos da ciência.7 - ORGANIZAÇÃO DE VISITAÇÕES DE ESCOLAS AO MUSEU DE CIÊNCIAS DE SÃO CARLOS, PROF. MARIO TOLENTINO, PARA QUE CONHEÇAM A EXPOSIÇÃO "VIDA: DO VISÍVEL AO INVISÍVEL": A Exposição, contendo painéis interativos e peças anatômicas foi criada pelo CEPOF no primeiro semestre de 2021. A fim de auxiliar aos professores que conduzirão os estudantes das escolas, a proponente deste projeto irá elaborar vídeos explicativos sobre cada bloco da Exposição, visto ter sido a autora do conteúdo científico da mesma, relacionado a área biológica e da saúde.8 - VISITAÇÕES EM ESCOLAS PÚBLICAS COM A EXPOSIÇÃO "VIDA": Além da exibição no museu, a Exposição será levada às escolas públicas. Alunos das próprias escolas serão treinados como monitores, pela proponente deste projeto, a fim de que possam explicar o conteúdo da exposição. Assim, os alunos poderão observar as peças anatômicas, bem como, lâminas histológicas ao microscópio. Todas as ações aqui listadas são factíveis no período de 6 meses exigidos pela Fapesp, a exemplo do que já é desenvolvido há anos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)