Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese de carreador lipídico nanoestruturado termorresponsivo com revestimento de poli(N-isopropilacrilamida) para encapsulação de fármacos e administração intraductal no tecido mamário

Processo: 21/12664-7
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de junho de 2022
Vigência (Término): 31 de maio de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacotecnia
Pesquisador responsável:Luciana Biagini Lopes
Beneficiário:Julia Sapienza Passos
Supervisor: Alyssa Panitch
Instituição Sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of California, Davis (UC Davis), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:20/01208-8 - Sistemas nanoestruturados bioadesivos para administração intraductal e tratamento localizado do Câncer de Mama, BP.DD
Assunto(s):Neoplasias mamárias   Tratamento do câncer   Nanocarreadores   Nanopartículas   Nanofármacos   Paclitaxel
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Câncer de mama | intraductal | Nanopartículas | Paclitaxel | Nanofármacos

Resumo

O câncer de mama possui alta incidência mundial, mas há uma falta de alternativas efetivas e bem aceitas para o tratamento localizado de formas não-invasivas da doença, como o carcinoma ductal in situ (CDIS). Nesse projeto, nós propomos o desenvolvimento de nanocarreadores para a administração intraductal de fármacos, visando otimizar a localização dos fármacos no tecido mamário, melhorando a eficácia e reduzindo efeitos adversos sistêmicos. Mais especificamente, nós propomos obter sistemas híbridos, revestindo carreadores lipídicos nanoestruturados contendo o fármaco citotóxico paclitaxel com poli(N-isopropilacrilamida) (pNIPAM). O pNIPAM é um polímero termoresponsível que permite a liberação controlada de fármacos e funcionalização com SILY, um peptídeo que se liga ao colágeno tipo I, o qual é superexpresso no microambiente tumoral do câncer de mama. As nanopartículas serão caracterizadas pelo tamanho, índice de polidispersão, potencial zeta e eficiência de encapsulação. A liberação do paclitaxel e a ligação das nanopartículas ao colágeno serão estudados in vitro. O mecanismo de internalização celular das nanopartículas em células T47D (uma linhagem de câncer de mama) será investigado por imagem de células ao vivo usando microscopia confocal. Com esse estudo, nós esperamos contribuir para o desenvolvimento de uma plataforma mais segura e efetiva para o tratamento do CDIS. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)