Busca avançada
Ano de início
Entree

Levantamento de agentes infecciosos por metagenômica em quirópteros de áreas verdes do município de São Paulo e sua implicância para a Saúde Pública

Processo: 21/13204-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2021
Vigência (Término): 30 de novembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Convênio/Acordo: MRC, UKRI ; Newton Fund, com FAPESP como instituição parceira no Brasil
Pesquisador responsável:Ester Cerdeira Sabino
Beneficiário:Milena Gomes Cabral
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/14389-0 - Centro Conjunto Brasil-Reino Unido para Descoberta, Diagnóstico, Genômica e Epidemiologia de Arbovírus (CADDE), AP.TEM
Assunto(s):Saúde pública   Metagenômica   Análise de sequência de DNA   Patógenos   Zoonoses por vírus   Morcegos

Resumo

Durante as últimas quatro décadas, doenças humanas até então desconhecidas, incluindo AIDS, Ebola, infecção por hantavírus, Zika e dengue hemorrágica, emergiram de focos enzoóticos. Os morcegos pertencem à ordem Chiroptera, a segunda mais diversa dentre a classe Mammalia, com aproximadamente um quarto de toda a diversidade de mamíferos do mundo, com mais de 1.200 espécies existentes. Diversos vírus zoonóticos já foram encontrados em espécies de morcegos por todo o mundo. Embora não existam evidências publicadas, alguns estudos especulam que morcegos podem ser únicos em seu potencial para abrigar vírus zoonóticos. Esses animais podem ser encontrados em diversos parques urbanos, locais de grande adensamento humano, onde também estão presentes animais domésticos e outros grupos taxonômicos de animais silvestres A "metagenômica viral" permite realizar um levantamento rebuscado de sequências genéticas de qualquer natureza. O presente estudo tem como objetivo apresentar dados da fauna de quirópteros capturados nos parques urbanos e áreas verdes preservadas do município de São Paulo, no período de 2011 a 2020 e realizar o levantamento de possíveis agentes infecciosos virais presentes em amostras biológicas, por meio da análise metagenômica. Este plano de trabalho está vinculado ao projeto "Vigilância, análise temporal e epidemiologia espacial de variantes de preocupação do SARS-CoV-2 no município de São Paulo" para identificar padrões de emergência e disseminação de VOCs. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)