Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização de padrões vocálicos de frangos de corte mediante ao estresse térmico

Processo: 21/09298-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2021
Vigência (Término): 30 de novembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola - Construções Rurais e Ambiência
Pesquisador responsável:Késia Oliveira da Silva Miranda
Beneficiário:Gabriela Camargo
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Zootecnia de precisão   Manejo animal   Produção animal   Comportamento animal   Bem-estar do animal   Estresse térmico   Frangos de corte

Resumo

A carne de frango é uma das proteínas mais consumidas no mundo, sendo fundamental a busca por sistemas de produção cada vez mais intensificado. Ambientes intensivos podem gerar situações estressantes às aves, com isso aumentou-se a necessidade de adotar novas medidas de manejo e monitoramento dos animais no que diz respeito ao seu comportamento e condições físicas. Neste sentindo, um ambiente de produção menos estressante promove aves sadias, com boa expressão genética para ganho de peso, produção de carne de qualidade, e bem-estar animal. Para este estudo escolheu-se uma ferramenta de monitoramento não invasivo que possibilita acompanhar o animal a distância a fim de eliminar possíveis fatores estressantes, por meio da caracterização dos padrões vocálicos de frangos de corte sob estresse térmico. Serão utilizadas vocalizações de 90 animais de linhagem comercial Cobb de mesma idade que fazem parte de um experimento que foi conduzido na Câmara Climática do Departamento de Engenharia de Biossistemas - NUPEA da Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", agosto de 2020, localizada no município de Piracicaba/SP. Com o número do protocolo CEUA 2019-24. Um microfone unidirecional foi utilizado para a captura sonora, assim como imagens do grupo foram registradas por uma câmera digital, para que em seguida sejam utilizadas como forma de validação dos comportamentos encontrados nos áudios. Para o processamento sonoro um algoritmo no software matemático MATLAB® (R2018a) será desenvolvido. Os padrões extraídos dos áudios serão utilizados como variáveis de entrada de uma rede neural que será treinada para identificar os comportamentos expressados de forma automatizada. Desta forma, é esperado desenvolver um método automático de análise comportamental de frangos de corte, através da classificação do comportamento dos animais submetidos a uma condição de estresse térmico. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)