Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos manuais do programa governamental de prevenção de uso de drogas PROERD, segundo modelo de validade ecológica

Processo: 21/05807-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2021
Vigência (Término): 30 de novembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Zila van der Meer Sanchez Dutenhefner
Beneficiário:Bianca Roberta Rocha Franciosi
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Adaptação cultural   Prevenção do abuso de drogas   Promoção da saúde   Violência   Adolescentes   Crianças

Resumo

O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD) é hoje o programa de prevenção escolar mais disseminado nas escolas brasileiras. O PROERD na sua versão mais atual é intitulado "Caindo na Real", sendo traduzido em 2014 para o Brasil a partir do programa norte-americano Keepin' it REAL. Este é baseado na teoria de aprendizagem sócio emocional, que desenvolve habilidades de vida fundamentais para o aprimoramento emocional e relacional da criança e do adolescente, visando a promoção de saúde e prevenção de violência. Como intervenções preventivas desenvolvidas em outras culturas podem vir a apresentar resultados nulos ou negativos quanto implementadas em diferentes contextos, propõe-se a realização de um estudo para avaliar a necessidade de adequação à realidade brasileira dos manuais utilizados para guiar a implementação do Programa escolar PROERD/"Caindo na Real" considerando o modelo de validade ecológica, no processo de implementação dos currículos existentes no PROERD/ "Caindo na Real" (5o ano do Ensino Fundamental I e 7o ano do Ensino Fundamental II). Será realizado um estudo de métodos qualitativos para descrever a avaliação da linguagem e a necessidade de adequação à realidade brasileira dos manuais utilizados para guiar a implementação do PROERD. O estudo levará em conta o desenvolvimento cognitivo, comunicação e processo de aprendizagem da criança brasileira, que inevitavelmente são diferentes das crianças norte-americanas, onde o programa original foi desenvolvido. Para a avaliação, serão utilizados formulários aplicados a profissionais da saúde e educação com questões que abrangem análise das lições ofertadas pelos manuais do PROERD, considerando oito dimensões (linguagem, pessoas, metáforas, objetivos, métodos, conteúdo, conceitos e contexto), com o intuito de indicar as atividades que têm necessidade de adaptação. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)