Busca avançada
Ano de início
Entree

Pré-tratamento em água subcrítica de bagaço de malte para a produção de bioprodutos em um conceito de biorrefinaria

Processo: 21/12762-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 10 de junho de 2022
Vigência (Término): 09 de junho de 2023
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Engenharia de Alimentos
Pesquisador responsável:Tânia Forster Carneiro
Beneficiário:William Gustavo Sganzerla
Supervisor no Exterior: Solange Ines Mussatto Dragone
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa: Technical University of Denmark (DTU), Dinamarca  
Vinculado à bolsa:19/26925-7 - Desenvolvimento de um sistema automatizado para produção de precursores de biocombustíveis através da tecnologia subcrítica, BP.DD
Assunto(s):Biomassa   Etanol   Ácido láctico   Bioenergia

Resumo

Tecnologias ambientalmente corretas para o tratamento da biomassa lignocelulósica e a geração de biocombustíveis e bioprodutos é uma constante demanda da indústria. O bagaço de malte é o principal subproduto lignocelulósico gerado pela indústria cervejeira, correspondendo por 20 kg por 100 L de cerveja produzida. No Brasil, a geração de bagaço de malte é estimada em 2,8×106 ton/ano, sendo que o bagaço de malte é considerado uma matéria-prima interessante para aplicação em uma biorrefinaria. No entanto, a produção de biocombustíveis e outros bioprodutos a partir da biomassa lignocelulósica requer uma etapa inicial de pré-tratamento para superar a recalcitrância desses materiais. Nesse sentido, este projeto tem como objetivo realizar ensaios experimentais e análise econômica do pré-tratamento em água subcrítica do bagaço de malte para a produção de bio-produtos. Para isso, o pré-tratamento será realizado em um reator subcrítico semicontínuo para obtenção de um hidrolisado com alta concentração de açúcar. O hidrolisado obtido será utilizado como meio de fermentação para a produção de etanol, xilitol e ácido lático. Os resultados obtidos nos experimentos de laboratório serão utilizados para estimar a viabilidade econômica da tecnologia, bem como para identificar a(s) opção(ões) mais lucrativa(s) para implementação industrial. Por fim, a partir dos resultados técnico-econômicos obtidos, um modelo de biorrefinaria será proposto para o avanço da economia circular na indústria cervejeira.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)