Busca avançada
Ano de início
Entree

Um novo revestimento antimicrobiano de liberação de drogas para implante percutâneo

Processo: 21/12175-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2021
Vigência (Término): 31 de agosto de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Érica Dorigatti de Avila
Beneficiário:Beatriz Severino Verza
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/20719-3 - Um novo revestimento antimicrobiano para liberação de droga direcionado a dispositivos implantares percutâneos, AP.JP
Assunto(s):Prótese sobre implantes ósseointegrados   Anti-infecciosos   Vascularização   Sistemas de liberação de medicamentos   Espectroscopia   Propriedades físicas   Técnica de automontagem   Técnicas in vitro

Resumo

Revestimentos antimicrobianos em dispositivos percutâneos (PDs), como implantes dentários e pinos expostos, são considerados uma estratégia eficaz para evitar a progressão da infecção que pode resultar na perda da DP. Nossa pesquisa preliminar realizada validou o método de incorporação de tetraciclina no sistema camada por camada, montado por camadas alternadas de polieletrólitos de poli (ácido acrílico) (PAA) e poli (l-lisina) (PLL), por meio da síntese de tetraciclina (TC ) com beta ciclodextrina aniônica (²-CD). O biomaterial de revestimento [PAA / PLL]10 / TC / ²-CD aniônico mostrou-se prontamente sintonizável a diferentes cenários fisiológicos, com liberação controlada do fármaco em até 30 dias. O efeito antibacteriano de [PAA / PLL]10/ TC / ²-CD aniônico foi confirmado contra Staphylococcus aureus ATCC 25923. Os resultados nos encorajaram a prosseguir com os estudos e empregar o sistema de multicamadas antimicrobianos em aplicações biomédicas significativas. Levando em consideração a importância da qualidade do tecido em torno dos PDs e a necessidade de proteger a droga nas multicamadas, neste projeto, vamos nos concentrar no desenvolvimento de um filme sensível ao pH ácido com regenerativo vascular à base de ácido metacrílico (MAA) para cobrir [PAA / PLL]10/ TC / ²-CD aniônico e para promover a vascularização e subsequente cicatrização de feridas. Uma caracterização detalhada do revestimento multicamada será realizada por diferentes abordagens de microscopia e espectroscopia para sondar as propriedades físicas e químicas. A estabilidade do revestimento do filme MAA no sistema [PAA/PLL]10/ TC / ²-CD aniônico será confirmada em pH neutro e ácido, simulando ambientes saudáveis e doentes/inflamatórios, respectivamente. Além disso, experimentos de microbiologia serão in vitro serão realizados para descobrir o amplo espectro de TC / ²-CD aniônico contra diferentes bactérias envolvidas na infecção de implantes. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)