Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação toxicológica da própolis marrom em sistemas-teste in vitro e in vivo

Processo: 21/11658-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2022
Vigência (Término): 30 de junho de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise Toxicológica
Pesquisador responsável:Denise Crispim Tavares Barbosa
Beneficiário:Letícia Teixeira Marcos de Souza
Instituição-sede: Pró-Reitoria Adjunta de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade de Franca (UNIFRAN). Franca , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/04138-8 - Realização de estudos químicos, analíticos, biológicos, farmacológicos e tecnológicos para preenchimento das lacunas no desenvolvimento do setor de própolis brasileiro, AP.TEM
Assunto(s):Genotoxicidade   Citotoxicidade   Toxicidade aguda   In vivo   Técnicas in vitro

Resumo

O uso de produtos naturais na medicina popular para prevenção e tratamentos de várias desordens fisiológicas vêm sendo praticado ao longo tempo. Entre estes, destaca-se a própolis, a qual mostra um amplo espectro de atividades biológicas. Nos últimos anos, o seu uso ganhou popularidade como suplemento na dieta com o intuito de melhorar a saúde e prevenir doenças como inflamações, cardiopatias, diabetes e até mesmo o câncer. A própolis possui diversidade notável em sua composição química, uma vez que é dependente das condições edafoclimáticas, local de coleta e características geográficas. A própolis marrom é característica de diferentes localidades e apresenta atividades biológicas como antioxidante, antimicrobiana e citotóxica, de acordo com a literatura. Os estudos sobre este tipo de própolis ainda são escassos, quando comparada com própolis verde e vermelha, embora seus compostos químicos e algumas atividades biológicas já terem sido identificados. Diante do exposto, o presente estudo tem como objetivos avaliar o potencial citotóxico e genotóxico do extrato hidroalcoólico de própolis marrom, bem como os efeitos tóxicos sobre peixe-zebra, em exposição aguda. Os resultados obtidos permitirão maior conhecimento das propriedades biológicas da própolis marrom, contribuindo com a implementação de ações na promoção da saúde, com segurança. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)