Busca avançada
Ano de início
Entree

Utilização da plataforma tecnológica baseada em mRNA como estratégia para o desenvolvimento de uma formulação vacinal multi-antígeno/multi-estágio contra Plasmodium vivax

Processo: 21/04455-9
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2022
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Daniel Youssef Bargieri
Beneficiário:Rodolfo Ferreira Marques
Instituição Sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):22/15895-2 - Utilização da plataforma tecnológica baseada em mRNA como estratégia para o desenvolvimento de uma formulação vacinal multi-antígeno/multi-estágio contra Plasmodium vivax, BE.EP.PD
Assunto(s):RNA mensageiro   Vacinas   Antígenos   Plasmodium vivax   Malária   Biotecnologia   Imunologia
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:biotecnologia | Imunologia | Plasmodium vivax | Vacina baseada em mRNA | Parasitologia

Resumo

O Plasmodium vivax é a espécie mais comum de parasita causador da Malária humana encontrada fora da África, tendo maior endemicidade na Ásia, América Central e do Sul e Oceania. Embora o Plasmodium falciparum cause a maioria do número de mortes, o P. vivax pode levar à Malária grave e resultar em morbimortalidade significativa. O desenvolvimento de uma vacina protetora sem dúvidas será um passo importante para a eliminação da Malária. Existe uma grande necessidade em se explorar novos antígenos que consigam promover uma ampla proteção dos indivíduos imunizados contra Malária, já que, devido à alta complexidade do ciclo do parasito, estratégias que abordem a utilização de formulações multi-antígeno/multi-estágio, são as possuem as maiores chances de sucesso. Assim, acreditamos que a utilização da proteína circumsporozoíta (CSP) encontrada no parasito durante o estágio pré-eritrocítico, juntamente com a proteína E140 encontrada tanto na forma pré-eritrocítica quanto eritrocítica, podem ser capazes de prevenir a infecção e/ou as manifestações clínicas da Malária vivax. A utilização da plataforma tecnológica baseada em mRNA já se mostrou altamente eficaz em diversos cenários, visto que é uma tecnologia de rápido desenvolvimento, flexível, escalonável. Ao absorver esta tecnologia podemos explorar o desenvolvimento, não somente dos antígenos aqui propostos, bem como diversos outros novos potenciais antígenos, maximizando as chances de sucesso na busca de uma formulação amplamente protetora conta a Malária causada pelo P. vivax. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARQUES, RODOLFO F.; DE MELO, FILIPE MENEGATTI; NOVAIS, JANAINA TENORIO; SOARES, IRENE S.; BARGIERI, DANIEL YOUSSEF; GIMENEZ, ALBA MARINA. Immune System Modulation by the Adjuvants Poly (I:C) and Montanide ISA 720. FRONTIERS IN IMMUNOLOGY, v. 13, p. 14-pg., . (12/13032-5, 18/25993-6, 14/18102-7, 21/04455-9)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.