Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação do efeito do citral na microbiota fecal de camundongos C57BL/6J alimentados com dieta hiperlipídica

Processo: 21/11110-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2022
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Etnofarmacologia
Pesquisador responsável:Clélia Akiko Hiruma Lima
Beneficiário:Maycon Tavares Emílio Silva
Supervisor no Exterior: Julio Galvez
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Local de pesquisa: Universidad de Granada (UGR), Espanha  
Vinculado à bolsa:20/15225-1 - Avaliação da ação do citral na permeabilidade intestinal e endotoxemia metabólica em camundongos obesos alimentados com dieta hiperlipídica, BP.DR
Assunto(s):Citral   Lipopolissacarídeos   Obesidade   Produtos naturais   Modelos animais
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:citral | Disbiose intestinal | Inflamação intestinal | Lps | obesidade | produtos naturais

Resumo

A obesidade é um sério problema de saúde pública que afeta o mundo todo. A ingestão de uma dieta desbalanceada e rica em gorduras é um dos principais fatores que favorecem a instalação do processo obesogênico, sendo diretamente relacionado com alterações no microambiente intestinal que desencadeiam alterações sistêmicas. A microbiota intestinal exerce um papel comensal com o hospedeiro, garantindo a homeostasia do microambiente intestinal, e até mesmo protegendo de infecções oportunistas. Durante a obesidade, ocorre um processo denominado de disbiose intestinal, causando uma diminuição da diversidade da população bacteriana, principalmente, causando uma redução na razão Bacteroidetes:Firmicutes, favorecendo uma maior disposição de calorias para o indivíduo. Além disso, é descrito que a disbiose intestinal favorece um aumento da permeabilidade, que causa um extravasamento de componentes bacterianos para a circulação sistêmica, desencadeando a ativação de uma resposta inflamatória, associada ao quadro de inflamação crônica de baixo grau característico durante a obesidade. Diante desse papel chave da microbiota intestinal, a busca de fármacos multialvo que atuem também como moduladores da microbiota intestinal para o tratamento da obesidade se torna importante. O citral é uma mistura racêmica de monoterpenos que apresenta atividade anti-inflamatória, anti-bacteriana e anti-obesogênica já descritos na literatura. O presente projeto tem como objetivo avaliar o efeito do citral na modulação da microbiota intestinal de camundongos C57BL/J6 obesos com dieta hiperlipídica (HFD). Para isso, será avaliada a microbiota fecal através do sequenciamento do DNA fecal total através de Illumina MiSeq. As sequências obtidas serão submetidas a classificação taxonômica e análise metagenômica em banco de dados. Esses resultados poderão elucidar o impacto do citral na modulação da composição da microbiota de camundongos magros e obesos, contribuindo com o conhecimento já existente, especialmente no tratamento da obesidade. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)