Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise espacial e temporal da incidência de câncer no Departamento Regional de Saúde de Barretos (DRS-V), São Paulo, Brasil

Processo: 21/10806-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2022
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Pesquisador responsável:José Humberto Tavares Guerreiro Fregnani
Beneficiário:Adeylson Guimarães Ribeiro
Supervisor no Exterior: Freddie Bray
Instituição-sede: Hospital do Câncer de Barretos. Fundação Pio XII (FP). Barretos , SP, Brasil
Local de pesquisa: International Agency for Research on Cancer (IARC), França  
Vinculado à bolsa:18/22100-0 - Neoplasias malignas nas 18 cidades pertencentes à regional de saúde de Barretos, São Paulo: a importância de um Registro de Câncer de Base Populacional, BP.PD
Assunto(s):Predição   Variabilidade espacial   Epidemiologia do câncer   Mapa de risco

Resumo

Introdução: O câncer é um grande e crescente problema de saúde pública, tanto em países desenvolvidos quanto em desenvolvimento. A Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (IARC) estimou 19,3 milhões de novos casos de câncer em todo o mundo em 2020. O maior impacto do aumento da carga ocorrerá em países menos desenvolvidos, onde reside cerca de 82% da população mundial. Nesse contexto, os estudos populacionais são fontes importantes sobre a etiologia e avaliação das tendências do câncer ao longo do tempo. Uma das formas de descrever a incidência do câncer é apresentar dados espacialmente por meio de mapas. É grande o interesse em compreender a distribuição geográfica dos casos de câncer, por pesquisadores e gestores de saúde, para identificar áreas com excesso de casos e avaliar sua associação com características regionais. Objetivo: Realizar uma análise espacial e temporal da incidência de neoplasias malignas nas 18 cidades pertencentes ao Departamento Regional de Saúde de Barretos (DRS-V), de 2002 a 2018, descrevendo a magnitude e distribuição da doença para os principais tipos de câncer. Haverá um foco principal na estimativa da carga de câncer no estado de São Paulo em 2020 e 2035, e estratificação, quando aplicável, por medidas de desigualdade social. Métodos: Trata-se de um estudo populacional de série temporal (ecológico) que utiliza um banco de dados consolidado onde a qualidade das informações recuperadas foi avaliada de acordo com os critérios da IARC. Os principais tipos de câncer serão definidos como todos os casos incidentes (entre 2002 e 2018) em residentes da DRS-V, obtidos no Registro de Câncer de Base Populacional de Barretos, do Hospital do Câncer de Barretos. Para avaliação das variações geográficas, as taxas de incidência padronizadas por idade (ASR) estratificadas por ano, idade e sexo, serão calculadas usando a população padrão mundial Segi. As ASRs serão representadas em mapa temático para visualização geográfica. Além disso, construiremos mapa de excesso de risco e avaliaremos a autocorrelação espacial. Para avaliação das variações temporais, as taxas de incidência padronizadas por idade truncadas (entre 35-74) serão inicialmente examinadas visualmente usando a regressão de loess e a mudança percentual anual estimada usando a regressão Joinpoint®. As coortes de 10 anos sintéticas e sobrepostas serão derivadas da subtração dos pontos médios dos grupos de 5 anos dos correspondentes meados do ano do calendário de 5 anos. Um modelo idade-período-coorte (APC) será ajustado assumindo o número de casos seguidos de uma variável aleatória de Poisson com o logaritmo das pessoas-anos em risco especificado como uma compensação. As razões da taxa de incidência serão apresentadas usando o modelo APC completo, restringindo o componente linear do período ou efeito de coorte para ter inclinação zero. A significância da idade e do período (não linear) e dos efeitos da coorte serão testados por meio de uma análise de desvio do APC completo e dos submodelos. As análises geográficas e temporais também serão, sempre que possível, avaliadas de acordo com o status socioeconômico (SES). Uma previsão da futura incidência de câncer no estado de São Paulo também será fornecida com base em projeções demográficas, assumindo que as taxas estimadas gerais permanecem constantes, bem como uma previsão baseada em tendências usando o NORDPRED. O número previsto de casos em períodos de cinco anos de 2019-2023 até 2034-2038 será estimado para os cinco principais tipos de câncer e os locais residuais de câncer (excluindo não-NMSC) para permitir uma estimativa da carga total de câncer por idade e sexo, por meio do modelo de predição idade-período-coorte NORDPRED, desenvolvido no R. O gerenciamento e análises de dados serão realizados em R® e Stata®. Este projeto está vinculado a um projeto maior aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital do Câncer de Barretos / Fundação Pio XII (CAAE: 33712320.4.0000.5437; registro: 1954/2020).

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)