Busca avançada
Ano de início
Entree

Decifrando biomarcadores imunológicos da infecção pelo HTLV-1 e o desfecho clínico

Processo: 21/12316-9
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2021
Vigência (Término): 30 de novembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Jorge Simão do Rosário Casseb
Beneficiário:Sandy Vieira Teixeira
Instituição Sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/07239-2 - Incidência, fatores de risco, mecanismos patogênicos e prevenção de distúrbios neurocognitivos (HAND) entre indivíduos infectados com HIV-1, AP.TEM
Assunto(s):Infectologia   Vírus linfotrópico T tipo 1 humano   Linfócitos T   Biomarcadores   Prognóstico
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Htlv-1 | marcadores | Mielopatia Associada Ao Htlv-1 | Infectologia

Resumo

O vírus linfotrópico de células T humanas tipo 1 (HTLV-I) é o agente etiológico de duas doenças principais, a mielopatia associada ao HTLV (HAM) e a leucemia de células T do adulto (ATL). Esses retrovírus oncogênico humano infecta de 10 a 20 milhões em todo o mundo, com mais de 1 milhão de portadoras vivendo no Brasil. Diversos mecanismos levam à progressão da doença associada ao HTLV-1, sendo o primeiro as propriedades oncogênicas das proteínas virais Tax e HBZ, além do estabelecimento de um microambiente pró-tumoral/inflamatório. O entendimento acerca dos biomarcadores imunológicos desta infecção auxiliará no prognóstico dos pacientes, contribuindo para um melhor manejo clínico, além de possibilitar o direcionamento de novas intervenções terapêuticas no futuro. Portanto, as respostas imunes inatas durante a infecção pelo HTLV-1 devem ser investigadas mais detalhadamente, em portadores assintomáticos, ATL e HAM. Os resultados obtidos podem representar importante determinante da manifestação da doença. Além da carga proviral ser insuficiente para prever a evolução da doença, a desregulação imune inata pode fornecer biomarcadores terapêuticos de doenças relacionadas ao HTLV-1. Objetivo geral: compreender biomarcadores imunológicos na infecção pelo HTLV-1 e em pacientes coinfectados com HTLV-1/HIV-1 e o desfecho clínico. Objetivos específicos: a) determinar a frequência das células imunológicas, bem como sua capacidade de produzir citocinas após estimulação; b) investigar se as células T, monócitos, dendríticas (mDCs e pDC) e células NK ainda são funcionais, em particular após estímulos de TLR7 e PMA-ionomicina; c) quantificar a carga proviral de cada amostra. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)