Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da poluição atmosférica na progressão da injúria renal aguda para doença renal crônica

Processo: 21/06514-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2021
Vigência (Término): 30 de setembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Lucia da Conceição Andrade
Beneficiário:Tallys Ávila Suzuki
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/19433-0 - A poluição do ar é o motor do envelhecimento renal prematuro, AP.TEM
Assunto(s):Nefrologia   Lesão renal aguda   Poluição atmosférica   Poluição do ar   Inflamação   Progressão da doença

Resumo

Grande parte da população mundial hoje reside em grandes centros urbanos. Nos locais de maior concentração populacional também há grande liberação de material articulado (MP) para geração de energia, por indústrias e pelos meios de transporte. A poluição do ar sabidamente é a maior causa ambiental de doenças e morte prematura no mundo e diversos estudos mostram associações entre a poluição atmosférica e o aparecimento e agravamento de doenças cardiovasculares, respiratórias, em fetos e recém-nascidos e, mais recentemente, doenças renais. Os impactos da poluição no desenvolvimento e progressão da doença renal crônica têm sido estudados, no entanto, poucos trabalhos abordam os impactos da poluição do ar na progressão para doença renal crônica a partir de um evento de injúria renal aguda. Este projeto visa trazer luz a este tema. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)