Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação da velocidade de ação de novos hits contra formas assexuadas de P. falciparum in vitro

Processo: 21/12162-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2021
Vigência (Término): 31 de outubro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Anna Caroline Campos Aguiar
Beneficiário:Caio Silva Moura
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/19708-0 - Identificação de novos compostos antimaláricos: uma estratégia multidisciplinar visando a busca por classes ativas contra novos alvos moleculares e diferentes estágios de vida do Plasmodium spp, AP.JP
Assunto(s):Protozoologia   Desenvolvimento de fármacos   Antimaláricos   Malária   Plasmodium   Microscopia de contraste de fase   Técnicas in vitro

Resumo

A busca por novos fármacos para o tratamento da Malária humana continua em destaque na luta contra esta doença e representa um desafio constante, pois os parasitos conseguem se adaptar e desenvolver mecanismos de resistência, tornando-os menos sensíveis aos medicamentos mais recentes. A resistência aos derivados de artemisinina, caracterizada pelo atrasado no tempo de eliminação dos parasitos, é um exemplo recente da forma como os parasitos conseguem desenvolver resistência aos antimaláricos. Sendo assim, é urgente o desenvolvimento de novos compostos para combater a propagação da malária resistente a medicamentos. Neste contexto, a busca por novos candidatos com um modo de ação rápida garantirá um alívio rápido dos sintomas para o paciente, além de reduzir rapidamente a parasitemia, o que poderia minimizar a ocorrência de mutações que levam a novos mecanismos de resistência aos antimaláricos. Recentemente, o nosso grupo, em colaboração com o time do MMV, desenvolveu um novo método para fornecer informações sobre a velocidade de ação de novos compostos (dados em fase de publicação). Este método utiliza a técnica de SYBR Green, onde placas de cultura com os compostos testes serão incubadas durante diferentes tempos (24h,48h e 72h). Além disso, por utilizar marcação de DNA, foi associado a este ensaio a avaliação da morfologia dos parasitos a partir da microscopia ótica, o que visa eliminar resultados falsos devido a marcação de parasitos não viáveis pela técnica de SYBR (detalhes dos métodos no item 6.2 do projeto JP). Este teste será aplicado neste projeto e visa identificar rapidamente compostos com modo de ação rápida ainda nos estágios iniciais de desenvolvimento. Neste sentido, compostos hits, pertencentes as classes químicas de Pseudoceratidina e hidrazinobenzimidazol, serão avaliados in vitro quanto ao seu modo de ação contra o estágio assexuado de P. falciparum (cepa 3D7). Outros compostos pertencentes as classes backups do CIBFar e a novas séries poderão ser incluídos neste projeto. Além disso, com este projeto vamos padronizar a avaliação da morfologia utilizando a técnica de high content screening (HCS), que é um ensaio simples e rápido que utiliza marcadores clássicos de DNA (SYBR Green I), visando a comparação com a microscopia ótica. Os dois tipos de ensaio permitem avaliar a evolução dos parasitos comparando a morfologia com o grupo não tratado. O desenvolvimento deste projeto de IC permitirá a caracterização do modo de ação dos novos candidatos visando a identificação de compostos com o modo de ação rápida para o desenvolvimento de novos fármacos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)