Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito dos usos do solo e faixa de app sobre a qualidade do Rio Itapetininga: uso da tecnologia de biomonitoramento

Processo: 21/08937-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2021
Vigência (Término): 31 de outubro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Frederico Guilherme de Souza Beghelli
Beneficiário:João Vitor Ferriello Alves
Instituição-sede: Faculdade de Tecnologia de Itapetininga (FATEC Itapetininga). Centro Paula Souza (CEETEPS). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). Itapetininga , SP, Brasil
Assunto(s):Ecossistemas aquáticos   Limnologia   Imagens de satélites   Monitoramento biológico   Análise de variância   Itapetininga (SP)

Resumo

O município de Itapetininga, localizado no estado de São Paulo é referência na produção agropecuária. O principal manancial utilizado para irrigação, dessedentação, processos fabris e outros usos, é o rio Itapetininga. O rio possui, aproximadamente, 180 km de extensão passando por quatro municípios, é um dos principais da bacia do Alto Paranapanema, mas ainda são escassos os estudos na sua microbacia, sejam relacionados à qualidade do rio ou de seu entorno. O crescimento urbano desordenado e a expansão das atividades agropecuárias na região com práticas pouco sustentáveis, são ameaças ao recurso. O uso de macroinvertebrados bentônicos, pode ser de grande valia em análises de qualidade de ecossistemas aquáticos. Além disso, sabe-se que os usos do solo e o desmatamento, especialmente em área de proteção de mananciais, costumam refletir em impactos negativos sobre os cursos d'água. Este trabalho parte da hipótese de que mudanças nos usos do solo ao longo do rio, bem como a supressão de área de vegetação arbóreo arbustiva na zona de APP são fatores que impactam a qualidade do rio Itapetininga podendo ser detectados por análise expedita da comunidade de macroinvertebrados bentônicos. O objetivo deste trabalho é determinar a qualidade do curso hídrico em diferentes trechos e relacioná-la aos usos do solo e extensão da faixa de APP. Para tanto, serão realizadas coletas nas estações seca e chuvosa ao longo do rio em dez pontos amostrais buscando-se abranger diferentes usos do solo e graus de preservação de APP. Serão coletadas amostras de sedimento para análise de macroinvertebrados bentônicos considerando-se grupos de rápida identificação e análise frequentemente apontados como bons indicadores. Também serão feitas análises de transparência, turbidez, pH, nitrito, nitrato, amônia, fosfato, oxigênio dissolvido, DBO, coliformes totais e E. coli. Além disso, por meio de visitas a campo e imagens de satélite, serão medidas a largura da faixa de APP, os usos do solo e como estes interferem nestas variáveis. As relações entre as variáveis e os usos do solo e largura de faixa de APP serão determinadas por análise de correspondência canônica e análise de variância de dupla entrada. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)