Busca avançada
Ano de início
Entree

Carrapatos, capivaras e Febre Maculosa: fatores associados à distribuição heterogênea de populações de Amblyomma sculptum infectadas por Rickettsia rickettsii no Estado de São Paulo

Processo: 21/06185-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2021
Vigência (Término): 31 de outubro de 2024
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Marcelo Bahia Labruna
Beneficiário:Lina de Campos Binder
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Carrapatos   Rickettsia bellii   Parasitologia

Resumo

A expansão das áreas de transmissão da febre maculosa brasileira (FMB) no interior do estado de São Paulo tem sido associada a expansão populacional de capivaras, principais hospedeiros amplificadores do agente etiológico da FMB (Rickettsia rickettsii) para o carrapato vetor Amblyomma sculptum. No entanto, muitas áreas com capivaras e A. sculptum permanecem livres de Rickettsia rickettsii, indicando que outros fatores poderiam ser determinantes no estabelecimento da infecção por R. rickettsii em carrapatos de uma determinada área. Dentro dessa premissa, concluímos em 2020 uma investigação eco-epidemiológica (FAPESP 2013/18046-7, projeto temático) em que foram avaliadas três áreas endêmicas para FMB e três áreas não endêmicas no estado de São Paulo, todas associadas a capivaras. Foi concluído que as áreas endêmicas se diferenciavam das não endêmicas pela predominância de A. sculptum na primeira, em contraponto à predominância de Ambyomma dubitatum na segunda, além da maior abundância geral de carrapatos nas áreas endêmicas. Os fatores associados a essas diferenças permanecem desconhecidos, e poderiam explicar a distribuição heterogênea de R. rickettsii ao longo das populações de A. sculptum no estado de São Paulo. Nesse sentido, o presente projeto pretende investigar as possíveis causas associadas à heterogeneidade na distribuição da R. rickettsii no estado de São Paulo a partir da estimativa da abundância relativa de carrapatos A. dubitatum e A. sculptum e de características microambientais em 30 áreas do estado habitadas por capivaras, além de investigar a possível interferência da bactéria R. bellii no estabelecimento da R. rickettsii em populações de carrapatos e no papel amplificador de hospedeiros vertebrados. Os resultados serão fundamentais para elaborar medidas de prevenção e controle da FMB no estado

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)