Busca avançada
Ano de início
Entree

Participação de NOD1, NOD2 e Ripk2 na exacerbação da doença alérgica das vias aéreas associada à obesidade

Processo: 21/09365-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2022
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Gabriel Forato Anhê
Beneficiário:Rodrigo Rodrigues e Lacerda
Supervisor no Exterior: Jonathan Schertzer
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa: McMaster University, Canadá  
Vinculado à bolsa:19/03751-3 - Influência da história de Obesidade originada em diferentes momentos da vida na inflamação pulmonar alérgica, BP.PD
Assunto(s):Pneumonia   Obesidade   Endocrinologia

Resumo

Nós e outros demonstramos que camundongos obesos submetidos ao modelo de sensibilização e desafio com ovalbumina (OVA) apresentam aumento de inflitrado de eosinófilos no pulmão e produção elevada de citocinas TH2 quando comparados a camundongos magros. Além desses estudos consistentes, ainda precisa ser elucidado o mecanismo preciso pelo qual a obesidade está associada à exacerbação da asma. Os Receptores de Reconhecimento de Padrões (RRPS), juntamente com a disbiose intestinal, têm sido consistentemente implicados em várias adaptações metabólicas à obesidade. A presente proposta visa elucidar se os receptores NOD1 e NOD2, receptores similares ao domínio de oligomerização ligante de nucleotídeo (NOD), e seu adaptador a jusante RIPK2 desempenham um papel na doença alérgica exacerbada das vias aéreas observada em camundongos obesos. Para atingir este objetivo, camundongos fêmeas do tipo selvagem C57BL/6J, Ripk2-/-, Nod2-/- e Nod1-/- serão alimentados com ração padrão ou HFD por 8 semanas. A sensibilização e o desafio com OVA serão realizados durante a 7ª e 8ª semanas de dieta. IgE sérica, contagem total e diferencial de leucócitos no pulmão e BAL, produção de colágeno/elástico/muco e produção/expressão de citocinas Th1 e Th2 no BAL, vias aéreas e pulmão serão avaliados como parâmetros inflamatórios de doença alérgica das vias aéreas. Nosso projeto também irá determinar se a expressão de Ripk2, NOD2 e NOD1 em células hematopoiéticas são necessárias para a doença alérgica exacerbada das vias aéreas em camundongos HFD. Este objetivo será alcançado através do transplante de células da medula óssea de camundongos Ripk2-/-, Nod2-/- e Nod1-/- em camundongos C57BL/6J. Após o transplante, camundongos receptores quiméricos serão alimentados com HFD e submetidos ao protocolo de sensibilização/desafio com OVA. Os parâmetros inflamatórios acima mencionados da doença alérgica das vias aéreas também serão avaliados nos camundongos receptores.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)