Busca avançada
Ano de início
Entree

Delineando o impacto fisiológico e tóxico do TnP na sinalização do Receptor de Hidrocarboneto Arílico (AhR) por meio de perfis morfométricos e transcriptômicos usando o modelo Zebrafish

Processo: 21/08411-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 13 de dezembro de 2021
Vigência (Término): 12 de junho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Monica Valdyrce dos Anjos Lopes Ferreira
Beneficiário:Geonildo Rodrigo Disner
Supervisor no Exterior: Emma Elisabeth Wincent
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: Karolinska Institutet, Suécia  
Vinculado à bolsa:19/27677-7 - Estudo da indução de microRNAs regulatórios por TNP dependente da ativação do receptor de hidrocarboneto arílico (AhR), BP.PD
Assunto(s):Imunorregulação   Inflamação   Transcriptoma   Peixe-zebra   Imunogenética

Resumo

Nosso grupo identificou no veneno do peixe Thalassophryne nattereri um novo peptídeo cíclico, o TnP, em estágio de desenvolvimento pré-clínico indicado para doenças inflamatórias crônicas, como asma e esclerose múltipla. Dados recentes mostram seu valioso potencial como uma droga antiinflamatória segura devido à sua capacidade de controlar o tráfego e ativação de leucócitos em resposta à inflamação. Paralelamente, o Receptor de Hidrocarboneto Arílico (AhR), fator de transcrição dependente de ligante historicamente conhecido por suas respostas tóxicas a poluentes manufaturados, tem sido apontado como uma molécula crucial em diversas atividades biológicas. O AhR participa de vários processos fisiológicos na saúde e nas doenças, particularmente na regulação imunológica, resposta inflamatória, tumorigênese e diferenciação celular, dentre outras condições patológicas. Originalmente, o AhR foi descoberto devido à capacidade de vários produtos químicos de induzir o citocromo P450 e, portanto, alterar o metabolismo e a farmacocinética de outras drogas, o que tem implicações para a prática clínica. Uma vez que o zebrafish (Danio rerio) pode ser usado em vários estágios na descoberta de drogas e oferece várias vantagens, como o sistema imunológico inato isolado, que é bem conservado em relação aos humanos, é extremamente útil para avaliar a desregulação da resposta inflamatória. Nossa hipótese é que, em um modelo de inflamação induzida por LPS usando zebrafish, o TnP pode influenciar as vias de sinalização do AhR, que, por sua vez, controlam a transcrição de genes inflamatórios, RNA regulatório não codificador e homeostase. Assim, este estudo tem como objetivo elucidar os mecanismos moleculares decorrentes da inter-relação entre TnP e AhR e avaliar a atividade de TnP durante a resposta inflamatória tanto na presença quanto na ausência de AhR.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)