Busca avançada
Ano de início
Entree

Consequências psicológicas vivenciadas por mulheres sobreviventes das torturas praticadas pelos aparatos e agentes do Estado durante o período da ditadura militar brasileira

Processo: 21/08061-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2021
Vigência (Término): 30 de setembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Tratamento e Prevenção Psicológica
Pesquisador responsável:Rachel de Faria Brino
Beneficiário:Julie Ane Notari Monteiro
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Ditadura   Tortura   Delitos sexuais   Trauma psicológico   Transtornos de estresse pós-traumáticos   Ansiedade   Depressão   Mulheres   Violência contra a mulher   Entrevistas (psicologia)   Análise de conteúdo   Análise de dados

Resumo

Este projeto de pesquisa tem o intuito de realizar uma análise das consequências psicológicas que a tortura trouxe para as mulheres que foram presas políticas durante o período da Ditadura Militar brasileira, ocorrido entre os anos de 1964 a 1985. Para tanto, serão realizadas entrevistas semiestruturadas com mulheres que sofreram tal violação. A hipótese de partida é que estas mulheres possam ter experienciado impactos no estabelecimento e manutenção de laços afetivos e relações amorosas, dificuldades na construção de uma vida sexual saudável e desenvolvimento de psicopatologias, como o Transtorno do Estresse Pós-Traumático, a ansiedade e a depressão. Como forma de análise de dados, será utilizada a Análise de Conteúdo a partir dos relatos das participantes, os quais serão gravados e, posteriormente, transcritos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)