Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do papel de lncRNAs com valor prognóstico na progressão do Melanoma

Processo: 21/06214-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2021
Vigência (Término): 30 de setembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Miriam Galvonas Jasiulionis
Beneficiário:Beatriz Cristina Biz Tonin
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Epigênese genética   Melanoma   Biomarcadores   Linhagem celular   Progressão tumoral   Prognóstico

Resumo

Long non-coding RNAs (lncRNAs) são RNA que não codificam proteínas (ncRNAs) e representam a maioria dos transcritos. Estima-se que 70 a 90% do genoma humano seja transcrito em ncRNAs. Estudos já demonstraram a importância dos ncRNAs na modulação da expressão dos genes, podendo ser considerados importante peça da maquinaria epigenética. Os lncRNAs podem participar da regulação da proliferação, migração e diferenciação celular e, desta maneira, estão relacionados a muitas doenças, como o câncer. O melanoma é o tumor de pele mais letal, responsável por cerca de 80% das mortes por este câncer. Isto porque apresenta alta probabilidade de metastatizar e é muito resistente aos tratamentos. Nosso laboratório desenvolveu um modelo de progressão linear do melanoma a partir da linhagem murina de melanócitos não tumorigênicos, melan-a, a qual foi submetida a vários ciclos de desadesão e adesão, resultando na transformação maligna e originando linhagens celulares progressivamente mais agressivas. Com este modelo podemos estudar o melanoma em vários estágios de sua progressão, desde células não tumorigênicas (melan-a) a células com alto potencial metastático (4C11+). Para esse trabalho, utilizamos quatro linhagens celulares, melan-a (melanócitos), 4C (melanócitos pré-malignos), 4C11- (células de melanoma indiferenciadas e pouco proliferativas, não metastáticas) e 4C11+ (células de melanoma diferenciadas, altamente proliferativas e metastáticas), as quais foram analisadas quanto ao perfil de expressão de lncRNAs. Análises preliminares considerando proximidade a lncRNAs e padrão de expressão foram realizadas e, com isso, foram escolhidos dezesseis genes diferencialmente expressos no modelo que possuem sua expressão gênica potencialmente relacionada à expressão do lncRNA vizinho. Nesse projeto, analisaremos os lncRNAs que possivelmente podem estar relacionados com estes dezesseis genes, com o objetivo de identificar o papel dos lncRNAs em sua expressão e determinar sua influência no comportamento das células de melanoma. Este estudo poderá revelar lncRNAs importantes para a biologia do melanoma, além de possivelmente indicar seu uso como biomarcador de prognóstico. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)