Busca avançada
Ano de início
Entree

Vinculado as mudanças climaticas no passado, presente e futuro de comunidades de peixes

Processo: 21/09279-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 13 de novembro de 2021
Vigência (Término): 12 de novembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Augusto Alberto Valero Flores
Beneficiário:Juan Pablo Quimbayo Agreda
Supervisor no Exterior: Jonathan S Lefcheck
Instituição-sede: Centro de Biologia Marinha (CEBIMAR). Universidade de São Paulo (USP). São Sebastião , SP, Brasil
Local de pesquisa: Smithsonian Environmental Research Center (SERC), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:18/21380-0 - Influência de fatores climáticos na diversidade funcional de peixes recifais no Oceano Atlântico, BP.PD
Assunto(s):Biogeografia   Diversidade funcional   Temperatura   Ecologia funcional

Resumo

A reorganização dos padrões de diversidade de espécies é modulado pelas mudanças ambientais globais e as consequências para os humanos ainda não são totalmente compreendidas. As mudanças climáticas podem estar subjacentes às alterações das condições na distribuição geográfica das espécies e, portanto, afetar a diversidade funcional, os processos e serviços ecossistêmicos. Rastrear os impactos do recente aquecimento dos oceanos na estrutura das comunidades ecológicas e prever como as projeções climáticas futuras podem continuar modificando os ecossistemas depende da utilização efetiva de grandes conjuntos de dados de alta qualidade. Este projeto visa modelar como o aquecimento dos oceanos influencia na distribuição de espécies, composição de características, funções de ecossistemas e serviços de espécies de peixes de recife ao longo dos oceanos Atlântico e Pacífico Leste, abrangendo 30% da riqueza global de espécies. Em seguida, usando estatísticas de ponta e ferramentas de modelagem, este projeto quantificará ainda mais as mudanças futuras na biodiversidade de peixes nesses reinos marinhos. Os peixes recifais fornecem múltiplas funções do ecossistema e representam uma importante fonte de proteína animal para os humanos (ou seja, serviços), e são, portanto, considerados constituintes principais dos ecossistemas marinhos e representam excelentes modelos biológicos para investigar as variações na diversidade funcional através da composição de características no futuro cenários climáticos. Com foco no Atlântico e no Pacífico Leste, esta proposta visa (i) avaliar como as mudanças climáticas afetarão a distribuição geográfica dos peixes recifais e sua composição característica nos oceanos Atlântico e Pacífico Leste, e (ii) avaliar como a reorganização de características funcionais de peixes de recife influenciarão as funções e serviços do ecossistema em zonas tropicais e subtropicais em transição.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)