Busca avançada
Ano de início
Entree

Funcionalização e caracterização de superfície da liga Ti-6Al-4V porosa produzida por manufatura aditiva para prótese de mandíbula

Processo: 21/06516-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 10 de janeiro de 2022
Vigência (Término): 09 de janeiro de 2023
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica - Bioengenharia
Pesquisador responsável:Rubens Maciel Filho
Beneficiário:Guilherme Arthur Longhitano
Supervisor no Exterior: Ana Conde Del Campo
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Química (FEQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa: Consejo Superior de Investigaciones Científicas (CSIC), Espanha  
Vinculado à bolsa:20/05612-8 - Desenvolvimento de prótese customizada de mandíbula produzida por manufatura aditiva e funcionalizada para entrega de fármacos in situ, BP.PD
Assunto(s):Estruturas celulares   Funcionalização   Impressão tridimensional   Biomateriais

Resumo

A técnica de manufatura aditiva (MA) tem como vantagem a produção direta geometrias complexas diretamente de arquivos CAD. Nesse sentido, biomodelos físicos, dispositivos médicos e implantes personalizados podem ser fabricados por MA a partir de imagens médicas obtidas por tomografia computadorizada, ressonância magnética ou ultrassom. Além disso, a técnica também pode produzir estruturas celulares personalizadas. Essas estruturas porosas podem garantir uma melhor compatibilidade mecânica com o osso evitando o processo de reabsorção óssea. Finalmente, os poros permitem o crescimento ósseo para melhorar a fixação osso-implante, promovendo uma adaptação mais rápida e duradoura.O objetivo principal da pesquisa de pós-doutorado é produzir um implante mandibular de Ti-6Al-4V com estrutura celular funcionalizada. Neste sentido, este projeto BEPE foca na funcionalização e caracterização da superfície do implante. Amostras de liga de Ti-6Al-4V de estrutura celular serão produzidas por fusão de feixe de elétrons e funcionalizadas por processo de anodização, buscando a obtenção de camadas de óxido nanoestruturado dopado com F e P- e com propriedades antibacterianas e osteogênicas. As superfícies serão caracterizadas por microscopia eletrônica de varredura, ângulo de contato e medidas de rugosidade. Além disso, as propriedades de corrosão, desgaste e tribocorrosão serão estudadas para garantir a estabilidade das superfícies. Espera-se que essa pesquisa resulte um implante com riscos cirúrgicos reduzidos, recuperação mais rápida do paciente, maior durabilidade, melhores resultados estéticos e ergonômicos e, acima de tudo, melhora na qualidade de vida do paciente.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)