Busca avançada
Ano de início
Entree

Terapia fotodinâmica com ftalocianina de cloro-alumínio em carreadores lipídicos nanoestruturados contendo doxorrubicina para tratamento do câncer de mama

Processo: 21/02617-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2021
Vigência (Término): 31 de agosto de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:Eneida de Paula
Beneficiário:Talita Cesarim Mendonça
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Terapia fotodinâmica   Neoplasias mamárias   Carreadores lipídicos nanoestruturados   Doxorrubicina   Bioquímica   Ftalocianinas

Resumo

O câncer de mama é a neoplasia sólida mais frequente no mundo e a mais diagnosticada entre as mulheres desde os anos 90, acometendo diversas faixas etárias, e sendo a segunda causa de morte mais comum, por câncer, entre mulheres. A doxorrubicina (DOX) é um antibiótico antineoplásico do grupo das antraciclinas, isolado a partir de culturas fúngicas de Streptomyces peucetius. DOX é utilizada no tratamento do câncer de mama, tumores sólidos da infância, sarcomas e linfomas, com atividade significativa contra tumores refratários a outros fármacos. Os carreadores lipídicos nanoestruturados são nanopartículas constituídas interiormente por uma mistura de lipídios (sólido e líquido na temperatura ambiente ou corpórea) estabilizada por um tensoativo. Esses carreadores são eficientes para encapsulação liberação sustentada de moléculas pouco solúveis em água, como DOX. Na TFD uma reação fotoquímica é utilizada para causar destruição seletiva de um tecido, essa técnica terapêutica requer a utilização de um agente fotossensibilizador, uma fonte de luz e moléculas de oxigênio. O presente projeto tem como objetivo o desenvolvimento de formulações otimizadas (por planejamento fatorial) de carreadores lipídicos nanoestruturados contendo o quimioterápico doxorrubicina (DOX) e o fotossensibilizador ftalocianina de cloro-alumínio (FcAlCl) para o tratamento do câncer de mama. Tais formulações serão caracterizadas quanto ao tamanho, índice de polidispersão, potencial Zeta e número de nanopartículas em suspensão, eficiência de encapsulação, pH, espectroscopia no infravermelho e criomicroscopia eletrônica. Também serão avaliados sua estabilidade de prateleira e a cinética de liberação sustentada de DOX. Os efeitos citotóxicos das formulações produzidas sobre as células de adenocarcinoma mamário (MCF7 e 4T1-luciferase) serão comparados com linhagens não-tumorais (MCF10 e NIH-3T3), em testes in vitro. Esperamos, assim, desenvolver uma plataforma nanotecnológica inovadora que permitirá combinar quimioterapia e TFD para melhorar a eficácia do tratamento oncológico. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)