Busca avançada
Ano de início
Entree

Remineralização dentinária funcional com o uso um análogo biomimético, associado ou não a um compósito contendo ortofosfato de cálcio

Processo: 21/09657-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de outubro de 2021
Vigência (Término): 30 de setembro de 2025
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Roberto Ruggiero Braga
Beneficiário:Amanda Lopes Campos
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/04737-4 - Remineralização dentinária com o uso de um compósito contendo partículas de ortofosfato de cálcio associado a um precursor mineral em fase líquida (Polymer-Induced Liquid-Precursor, PILP): desenvolvimento de material, estudos in vitro e clínico aleatorizado, AP.TEM
Assunto(s):Materiais compósitos   Remineralização dentária   Fosfatos de cálcio   Dentina   Desmineralização do dente   Cárie dentária

Resumo

Este projeto tem como objetivo avaliar a eficácia do processo PILP associado ou não a um compósito resinoso contendo partículas de DCPD (fosfato dicálcico dihidratado, CaHPO4.2H2O) na remineralização funcional da dentina humana desmineralizada artificialmente (fase in vitro) ou após a remoção seletiva do tecido cariado (fase in vivo). A formulação do compósito será definida no sub-projeto descrito no plano de trabalho PD1. Este material será utilizado na remineralização de blocos de dentina (previamente imersos por 66 horas em tampão acetato com pH 5,0), associado ou não ao pré-tratamento da superfície com uma solução contendo precursores minerais em fase líquida (solução PILP). Quatro condições experimentais serão avaliadas in vitro e in vivo, envolvendo dois compósitos (com e sem DCPD) e o pré-tratamento com solução PILP (com ou sem pré-tratamento). Na fase in vitro, após 24 h, 7 dias e 14 dias de imersão em fluido corpóreo simulado (SBF), a remineralização dentinária junto à interface com o material restaurador será avaliada através de espectroscopia no infravermelho médio por reflectância total atenuada (ATR-FTIR) através da análise qualitativa dos espectros e cálculo da razão mineral:matriz orgânica. Outro conjunto de dentes será utilizado na avaliação (através de nanoindentação) das propriedades mecânicas em profundidade da dentina inicialmente desmineralizada, após 14 dias em SBF. O teste de nanoindentação também será aplicado a dentes decíduos submetidos aos mesmos tratamentos in vivo após a esfolição (vide projeto principal). Dados serão analisados através de ANOVA e teste de Tukey (alfa: 5%). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)