Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de vacinas baseadas em VLPs contra SARS-CoV-2 e outros Coronavírus humanos

Processo: 21/08468-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de agosto de 2021
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2025
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Gustavo Cabral de Miranda
Beneficiário:Wasim Aluísio Prates Syed
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/14526-0 - Desenvolvimento de vacinas contra Streptococcus pyogenes e Chikungunya utilizando VLPs, AP.JP
Assunto(s):Vacinologia   Desenvolvimento de vacinas   Vacinas de partículas semelhantes a vírus   RNA mensageiro   SARS-CoV-2   Betacoronavirus   COVID-19

Resumo

O desenvolvimento de vacinas contra o SARS-CoV-2 deve estar a frente da dinâmica evolutiva do vírus e requer, portanto, plataformas vacinais imunogênicas e, sobretudo, flexíveis. As variantes de preocupação (VOCs) que continuamente emergem com a disseminação desenfreada do vírus já demonstraram aumento na transmissibilidade e da gravidade da doença e impactado significativamente a eficácia e efetividade de vacinas e da vacinação no mundo todo, não sendo diferente no Brasil. Além disso, a recente pandemia não será a única causada por Coronavírus de origens zoonóticas, visto que epidemias de SARS e MERS surgiram no começo do século XXI. As vacinas de Virus-Like Particles (VLPs) são uma plataforma altamente versátil e já consolidada como estratégia de imunização contra outros vírus, como HBV e HPV. Além das VLPs, a recente aprovação e sucesso de vacinas de mRNA contra a COVID-19 também é animadora, visto que a tecnologia empregada é altamente flexível e de fácil adaptação as novas ameaças epidemiológicas. Neste projeto, três vacinas serão desenvolvidas baseadas em VLPs, sendo duas vacinas compostas de QB-VLPs associadas a mRNA contra SARS-CoV-2, outra Pancoronavírus, e outra composta somente de proteínas estruturais do SARS-CoV-2. A utilização de novas vacinas que utilizem a tecnologia de mRNA associado a VLPs representa um caminho para não somente combater a pandemia de COVID-19 e novas VOCs, mas como prevenir futuros surtos de novos Coronavírus. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)